Jeffrey Dahmer

Michaelmyers.jpg Este artigo é sobre um(a) ASSASSINO(A)!

Este artigo provavelmente fala sobre um(a) louco(a) sadomasoquista que esquarteja suas vítimas e depois vai pra casa tomar chá com biscoitos e assistir sua novela. Deve sofrer de problemas mentais ou foi violentado(a) pelos pais. Se vandalizar o artigo, Freddy Krueger irá lhe fazer uma visitinha de noite!

Paulinho Rola 2.png Este artigo pode te levar para o lado rosa da Força!

E pinta as unhas de glitter.

Não o leia, exceto se você for macho, mulher ou está pintando as unhas de glitter.


Cquote1.svg Eu, racista? Claro que não. Eu adoro negros! Especialmente com batata frita Cquote2.svg
Jeffrey, o maior colecionador de pênis congelados que já habitou a face da Terra, tentando divertir a platéia no dia de seu julgamento
.

Jeffrey Dahmer, na maior parte de seu tempo: um homem culto e engajado em atividades socioeducativas

Jeffrey Lionel Richie Dahmer foi um famoso gay(POC) enrustido, chef de cozinha americano, que nas horas vagas atuou como serial killer. Sua receita mais famosa foi o "Pênis negro à milanesa". Porém, acabou sendo preso porque seu abatedouro não seguia as normas da Vigilância Sanitária.

PrimórdiosEditar

Jeffrey Dahmer nasceu em 21 de maio de 1960, em Milwaukee, Wisconsin. Na verdade, Jeff cometeu seus primeiros crimes bem antes, no útero, quando matou os espermatozoides concorrentes. Livre pra nascer, Jeff veio ao mundo trazendo orgulho para sua família, mas não por muito tempo, quando aos 10 anos começou a dissecar os primeiros animais para apresentar na feira de ciências da escola. Porém todos tinha medo de visitar seu stand, o que deixava Jeff tão louco que podia matar um.

Depois que cresceu, Jeffinho prosseguiu com seus estudos científicos. Só que agora ele tinha resolvido estudar a composição das moléculas de uísque, porém usava um método bem exótico: eles as estudava com a língua. Acabou sendo convidado a se retirar da facool.

Jeff foi mandado pro exército aos 16 anos pra tentar controlar sua fúria, mas sempre que era hora de praticar tiro-ao-alvo no jogo Duck Hunt ele se empolgava e acabava praticando caça a outras aves, especificamente as de seus amigos, causando cerca de 20 castramentos na base da bala. Certo dia, foi apanhado bebendo leite de coco,(Esperma) achando que era cerveja, direto da boquinha da garrafa,(Pênis) dos colegas de unidade - como isso era inadmissível, o general,(Homofóbico) o expulsou do exército.

Se mudou para a casa da avó, onde começou a hábitos estranhos, como mostrar o passarinho para as pessoas na rua e roubar bonecos do Max Steel de lojas de brinquedos. Sua avó então o convidou gentilmente a procurar outro lugar pra morar. Foi daí que ele começou a cometer seus crimes mais conhecidos.

AtuaçãoEditar

Dahmer ficou muito conhecido pro praticar necrofilia e colecionar pênis congelados dentro da geladeira de sua cozinha e guardá-los para preparar uns nuggets à moda São Paulo FC. Jeffezinho também montou um altar ao culto de rasgar o cu de cadáveres e colocou dentro de seu guarda-roupas; o altar era composto de crânios humanos e pirocões mastodônticos à la Kid Bengala. Seu esporte favorito era o gozada à distância, consistia em colocar um cadáver num campo de futebol e quem acertasse a porra o mais próximo do boga ganhava.

Finalmente, em 1992 Dahmer foi condenado a 999 anos de pena na cadeia por arrombar cus e comer pênis à milanesa. No final em 1994 um pirado que achava que Jesus falou para um colega de cela matar Jeff e assim ele espancou e chupou o pauzão depois de matar Jeffrey Dahmer.