Herança (programação)

Sexo usb serial.jpg Este artigo é uma piada de computeiro!

Parse error: unexpected $end in
/usr/www/desciclopedia/index.php on line 666

Caso não entenda, aperte Alt+F4 para a leitura ficar mais fácil.

Na programação orientada a objetos, a herança é um facilitador para os nerds preguiçosos, através do reuso dos códigos. O sedentarismo dos programadores é tanto que até economizar nas calorias mentais esses pregos querem. Apesar do nome, isso não quer dizer que uma classe morre e deixa grana (ou dívidas) para outras classes.

O que é?Editar

Na programação orientada a objetos há esses negócios chamados classes, que é uma abstração de algo da vida real. Para clarificar, num programa de videolocadora, o mais fuleiro possível, há uma classe filme, que desdobra para uma porção de gêneros como "ação", "terror", "comédia", "sexo com gordinhas", entre outras. Esse é um caso de herança, e as classes de gêneros distintos herdam alguma coisa da classe principal, também chamada superclasse. As classes que herdaram algo são as subclasses. Nesse exemplo, a classe filme pode possuir algumas características comum a todo e qualquer gênero como tempo de duração (afinal todo filme tem seu tempo de duração, exceto os filmes do Ingmar Bergman, que duram o infinito e quebram com qualquer programa), premiações, classificação indicativa, entre outras características. As subclasses herdam essas características comuns da superclasse, mas nas subclasses há características próprias. No exemplo de filme, cada gênero pode ter suas características próprias. Filme de terror, por exemplo, possuem como atributos próprios a quantidade de litro de sangue, número de assassinatos; filme de comédia podem ter um atributo booleano que diz se o filme tem graça (verdadeiro) ou não (falso).

A imagem acima dá um exemplo mais fácil de compreender. Sexo é a superclasse, generalista. Ela possui características que as suas subclasses herdarão, mas cada subclasse possui suas características.

Quando uma classe herda de mais de uma classe, podemos chamar isso de suruba de classes, ou também herança múltipla, aí ninguém mais é filho de ninguém. Trazendo um exemplo mundano da realidade, a criatura Tati Quebra-Barraco, por exemplo, pode herdar características das superclasses Humano, Animal e Demônio, mas também possui suas características próprias. No Java não há como fazer herança múltipla, mas os punheteiros javistas consideram isso um ponto positivo do Java.

A herança até costuma ajudar os programadores, economizando o tempo precioso desses profissionais, que economizarão na codificação, assim terão mais tempo para assistir hentais e bater punheta para My Little Pony.

Ver tambémEditar