Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


Hatra é a capital do Império da Pártia que Pariu, um dos milhares de pequenos impérios desconhecidos da Pérsia que pagavam impostos para Xerxes.

HistóriaEditar

 
Alguns arqueólogos disfarçados de soldados americanos procurando armas de destruição em massa relíquias do Império Pártia em Hatra.

A cidade surge como importante cidade da rota de escambo, trocas e muambas da Idade Antiga. Era o único lugar no mundo onde você podia trocar galinhas egípcias por leite de burra cazaque, ou escravas sexuais frísias por instrumentos de tortura anal chineses ou PlayStation made in Taiwan por armas de destruição em massa.

Também foi uma importante capital do Reino Arebaba, uma antiga região semi-autônoma governada pelo filho do sobrinho do cunhado do amante da empregada do escravo sexual de Akbar, o Grande.

A cidade foi conquistada e dizimada pelos romanos, os Joselitos da antiguidade, eles não sabiam brincar, desde então Hatra ficou no esquecimento.

Explorações ArqueológicasEditar

Hatra foi descoberta pela arqueóloga e garota de programa Lara Croft, enquanto procurava pelo vibrador sagrado de Sherazade, apesar de não ter encontrado o precioso artefato, Lara descobriu a mais preservada ruína do Iraque, que serviu até de esconderijo para o Osama Bin Laden.

As explorações iniciaram-se e várias descobertas foram feitas, como por exemplo as origens da dança do ventre dos 7 véus como ritual de acasalamento.

Também foram encontradas diversas influência helênicas, romanas e do Borat com motivos decorativos orientais em bonecos palito.

Ataque do ISISEditar

Após o surgimento do ISIS em 2014, grupo de radicais islâmicos cuja filosofia inclui sexo com cabras, porém sem gerar descendentes antropomorfizados, ou seja, que furry é coisa do satanás. Sendo assim, em 2016, após a conquista da cidade, o grupo anunciou a destruição de todas as estátuas e templos que tivessem qualquer culto ao furry, demolindo assim qualquer importância arqueológica do local sob a alegação que punheta para seres antropomórficos é um dos piores pecados da humanidade. Governos de vários países apoiaram o ato, não fazendo absolutamente nada para impedir a bárbara destruição de tudo em Hatra.

CuriosidadesEditar