Google Classroom

Cquote1.svg Você quis dizer: tortura tecnológica Cquote2.svg
Google sobre Google Classroom

O meliante.

O Google Classroom é um website deplorável que o Google fez para encher linguiça de jovens entre 12 a 17 anos, principalmente os do Brasil, fazendo eles ficarem fazendo atividades sobre assuntos que nunca iriam levar Mesmo pra vida. Resumidamente, é a mesma merda que um colégio, só que na internet. O Classroom funciona de maneira pouco eficaz e limitadíssima, mesmo tendo sido feita por uma empresa cheia de dinheiro no rabo.

Ao acessá-lo, seus olhos começam a queimar pra porra por causa da cor branca excessiva e brilhosa. Caso você tente procurar algum tipo de tema escuro para confortar sua visão, fracassarás desgraçadamente, pois o Classroom não fornece esta opção. Só daí você já percebe como é a porca qualidade do Classroom, mas tudo bem, nem mesmo a própria Desciclopédia providencia um tema escuro. Enfim, a hipocrisia. O único jeito de resolver essa merda é indo comprar um óculos de sol na Óticas Diniz.

Enfim, se você estiver disposto a perder o seu tempo fazendo as atividades do Classroom, vá em frente, mas não nos responsabilizamos por qualquer dano mental causado ao usá-lo. Você foi avisado.

HistóriaEditar

 
Fundador do Google Classroom.

O Google Classroom foi anunciado em 6 de maio de 2014 (sim, este site é velho pra caralho) por um doente mental funcionário da Google que tinha más intenções para o futuro das crianças e adolescentes. Em 12 de agosto de 2014, o Classroom foi publicado analmente oficialmente. Dias depois, o mesmo trouxa que trouxe a ideia à tona foi demitido, pois todo mundo tava cagando pra aula online, tanto as escolas quanto os estudantes.

O website passou quase meia-década praticamente falido e esquecido, até que do nada surge um vírus pintudo lá da China chamado COVID-19 pra acabar com geral, fazendo com que as pessoas tivessem que ficar trancadas em casa (se é que tinham uma). Logo, o governo brasileiro deu um pão com mortadela pros funcionários da Google para que o Classroom e outras inutilidades similares começassem a ser usadas para influenciar negativamente os jovens.

Logo, o acordo entre o governo e a Google foi assinado. Entre aqui pra você assinar também! Então atualmente os estudantes estão fazendo essas porras de atividades sem propósito algum, e também deve ser pelo mesmo motivo pelo qual você também veio aqui.

RecursosEditar

Como dito anteriormente, o negócio já começa ruim só pelo fato de não haver um sistema de proteção ocular, mas você pensava que acabou? Errou feio, errou rude! Ao entrar, você se depara com um tema (que é meio que um banner) feio de dar dor de barriga em cada matéria, e os mesmos são e devem ser feitos pelos próprios professores. Enquanto a maioria deixa a desgraça do padrão mesmo, outros fazem um tema completamente nada a ver e mal trabalhado.[1]

Entrando em alguma matéria, você passa por milhares de posts inúteis e começa a fazer uma atividade, mas aí você dá uma de espertão e pesquisa a questão no próprio Google mesmo, e acaba se deparando com milhares de tópicos com exatamente a mesma pergunta no Brainly (atual substituto da Wikipédia). E quando eu falo "exatamente", eu não estou brincando. Se a questão estiver com erros ortográficos, lá vai ter os mesmos erros também.

Contudo, você também tem acesso ao Google Docs, uma pastilha pastinha pra você ficar escrevendo um monte de merda ou fazer spam de caracteres até desenhar uma rola e enviar para o seu professor.

RecepçãoEditar

 
Você acha mesmo que o Classroom teve e tem uma boa recepção?

Recepção? Que recepção?

 

CríticasEditar

O quê? Adolescente tem opinião formada agora? Bem, obviamente os adolescentes odeiam, e não somente porque é chato pra caralho, mas pelo tanto de falhas e limitação dele. Agora vaze daqui.

Referências

Links externosEditar

Aproximadamente 666.000.000 resultados para "Armas do Google para dominar o mundo" (0,666 segundos)