Gabriela (2012)

Rede-GROBO.png PLIM! PLIM! Este artigo é uma coisa da Rede Globo de Manipulação! Esta página pode estar mencionando alguma novela clichê que sua mãe gosta, algum pseudo-ator rouaneteiro ou algum comunista de boteco que se diz jornalista. Para mais coisas relacionadas ao Projaquistão, clique aqui.

Cquote1.svg 'Eu nasci assim, eu cresci assim...' Cquote2.svg
Gal Costa sobre Gabriela

Remake da novela de mesmo nome, levada ao ar em 1975, Gabriela foi ao ar entre 18 de junho a 26 de outubro de 2012, pela Globo, às 23h. Foi escrita por Walcyr Carrasco.

EnredoEditar

 
Gabriela e seu macho.

Em 1925, uma grande seca no Nordeste obriga populações mortas de fome a abandonarem o sertão rumo ao cu sul. A cidade baiana de Ilhéus, começava a se transformar graças às lucrativas lavouras de cacau, que faziam crescer as fortunas dos fazendeiros donos de terras. Entre os retirantes, está a jovem Gabriela, órfã desde menina e musa inspiradora de Gal Costa para o tema de abertura, que chega à cidade acompanhada de um tio e dois homens que trabalharão nas fazendas de cacau.

Ingênua e criada em um ambiente onde as situações determinam os valores morais, ao contrário de hoje que só tem putaria e safadeza, Gabriela aceita tudo na boa e acha complicada a vida das pessoas da cidade (claro, ela é uma jeca vinda do meio do nada). Cobiçada pelos homens, por sua beleza brejeira e sensualidade inocente, Gabriela encontra refúgio quando vai trabalhar como cozinheira na casa do turco Nacib, proprietário do Bar Vesúvio, com quem inicia uma história de amor de altos e baixos (mais altos que baixos).

PersonagensEditar

E foda-se o resto, ninguém vai lembrar mesmo.

Trilha sonoraEditar

  1. Alegre Menina - Djavan
  2. Caravana - Geraldo Azevedo
  3. Coração Ateu - Maria Bethânia
  4. Filho da Puta Bahia - Fafá de Belém
  5. Guitarra Baiana - Moraes Moreira
  6. Fodinha Pra Gabriela - Gal Costa
  7. Porto - MPB-4
  8. São Jorge dos Ilhéus - Alceu Valença
  9. Me Leva Embora - Ivete Sangalo
  10. Lindinalva - Babado Novo
  11. Aura de Glória - João Bosco
  12. Depois Curra - Mart'nália
  13. Lamento Sertanejo - Elba Ramalho
  14. Você Não me Ensinou a Te Esquecer - Caetano Veloso
  15. Flor da Noite - Nana Caymmi, Celso Fonseca e Ronaldo Bastos
  16. Tema de Amor Pra Gabriela - Tom Jobim e Quarteto em Cy
  17. A Morena - Mu Chebabi e Luiza Casé
  18. Retirada - Elomar

Tema de aberturaEditar

Quando eu vim para esse mundo
Eu não atinava em nada
Hoje eu sou Gabriela
Gabriela ê, "meus camarada"

Eu nasci assim
Eu cresci assim
E sou mesmo assim
Vou ser sempre assim
Gabriela
Sempre Gabriela

Quem me batizou
Quem me nomeou
Pouco me importou
É assim que eu sou
Gabriela
Sempre Gabriela

Eu sou sempre igual
Não desejo o mal
Amo natural
Etc. e tal
Gabriela
Sempre Gabriela

CuriosidadesEditar

  • Assim como a obra original, este remake também é uma adaptação de Jorge Amado;
  • A trilha sonora da novela mistura músicas da versão original de 1975 com novos temas, uma grande bola dentro.