Mudanças entre as edições de "Conversa"

m
Sou apenas um robô de bosta, favor ignorar, typos fixed: alguém(mesmo → alguém (mesmo (5)
(Já deu de DP por hoje, volto outra hora, esperando um clima melhor x)
m (Sou apenas um robô de bosta, favor ignorar, typos fixed: alguém(mesmo → alguém (mesmo (5))
 
{{Experimente também|Falar com planta}}
 
[[Conversa]]A '''conversa''', para que ocorra, nem é preciso aquela aparelhagem toda de fonação, até mesmo [[lesma]]s conversam, de modo que conversa é uma comunicação que, para que ocorra, basta que haja alguém (mesmo uma criatura que fala sozinha), que está passando alguma mensagem, nem que seja para o além. Como a conversa pode variar de acordo com a importância (que quase nunca tem), então ela pode levar o nome de ''papinho'' ou até o nome ''[[chique]]tão'' de [[diálogo]],que pode ser um arranca toco dos infernos, mas se não houver gritos e palavrões continua sendo um diálogo, mesmo que os insultos sejam velados.
 
==Conversa formal==
[[Arquivo:Sapo gozadaum.JPG|thumb|right|Se a conversa já não tiver um bafo desgraçado, já pode considerar lucro.]]
O tal do diálogo pode ser íntimo, na [[mesa]], digamos entre <s>quem acabou de comer e quem deu</s> ou formal que, sendo diálogo é apenas com coisas sem nenhuma informação íntima, em geral isso é troca de informação. Já diálogo informal, pode começar daquela forma toda pomposa, mas depois deslanchar para a pior das verborreias, palavrões e insultos de que se tem notícia, acabando mesmo em porrada e, ainda pior se tiver um lado bem mais fraco fisicamente e, o lado mais fortinho não estiver nem aí... e como você acha que até aquelas <s>peruas</s> mulheres do tipo ''socialite'' acabam (assim como mulheres das mais faveladas), por apanhar do marido ou amante? Pois tudo poderia ter começado com um diálogo e, alguém fala o nome de um terceiro ou terceira inexistente ou ainda por um motivo mais besta e, lá está feito o [[barraco]] que cai por mais suntuoso que seja.
 
Mulheres (com algumas exceções), nunca podem deixar, numa discussão com um <s>[[cafetão]]</s> cara, que a conversa vire discussão, pois sabem com que [[escorpião]] vivem e, podem sair maquiadas em tons de roxo, sem qualquer arrependimento do disparatado. Essas conversas nunca deveriam começar, só pra início de conversa, pois a maior parte das pessoas endinheiradas bate menos boca, pois sabem que tem mais a perder e o tal ''nome a zelar'' do que um casal favelado por exemplo. Ocorrem menos barracos entre tais pessoas, mas sabe como é, nem tudo é sempre garantido, então não é de se espantar ao ver essas notícias.
 
==Conversinha==
Não muito diferente com gatos, mas ainda há ao menos uma sintonia certa entre o que o dono diz e o momento em que o gato solta aquele som medonho. Ele espera o dono dizer algo pra miar, não é aquele atropelo de [[latido]]s como acontece no caso dos cachorros, mas dá no mesmo, pois o gato também não aprende muita coisa com essa conversa, aprende na base da [[chantagem]] e da troca. Já pessoas falando com passarinhos, não é algo tão [[engraçado]] quanto com gatos e cachorros, mas é mais interessante e em muito casos, menos idiota, pois algumas pessoas sabem assobiar melodiosamente e ficam trocando recados com os passarinhos, o que já não pode se dizer de quem conversa com galinhas, mesmo sabendo cacarejar.
 
Até mesmo com [[minhoca]]s e [[formiga]]s, mesmo sem ter [[antena]]s, é possível que algumas pessoas consigam uma conversa <s>noiada</s> mas a pior de toas as conversas que não é nem engraçada, mas apenas ridícula é ''conversar com a minha calopsita'' - sério, pode se poupar a ave que não tem muito haver com isso, mas dá mesmo vontade de mandar pra puta que o pariu - agora já entrou palavrão na conversa - o [[dono]] ou dona, porque 90% das [[criatura]]s que tem as tais calopsitas são as mais idiotas? Toda conversa com bicho e dono (mesmo que o bicho seja humano e dono de qualquer outra espécie), pode ser no mínimo suportável e, mesmo alguém conversando com uma [[samambaia]], [[cravo]], pé de picão, mas não se pode suportar o grau de idiotice de um dono ou dona de calopsita falando com o bicho, não descobri porque ainda, se descobrir depois continuo essa conversa.
[[Categoria:Comunicação]]
59 157

edições