Mudanças entre as edições de "Absolutismo"

44 bytes adicionados ,  17h11min de 22 de janeiro de 2015
*[[Nicolau Maquiavel]] {{--}} ele odiava essa história de padres se metendo em política e achava que só com um estado forte a prosperidade seria alcançada, pena que sua [[Itália]] não o ouviu, comprovando a história de que profetas não são ouvidos em sua terra, mas o resto da Europa adotou o maquiavelismo e deu certo, e os italiando ficaram chupando espaguete, enquanto sua economia ia ruindo.
 
*[[Thomas Hobbes]] {{--}} O cara amava o absolutismo, segundo ele a sociedade só dá certo com um rei folgado abusando de todos, sem um estado forte "o homem vira o lobo do próprio homem", ele acreditava sinceramente que a ausência do absolutismo aumentaria a níveis catastróficos a população de [[lobisomem|lobisomens]]] do planeta (provavelmente lia crepusculo e era [[gay]]).
 
*[[Jean Bodin]] {{--}} Ele compara o estado a família e diz que o chefe tem de ter poder absoluto, isso se o rei fosse legal, desse presente de Natal e pusesse comida na mesa de cada um, assim como todos os apoiadores do absolutismo ele tinha raízes nobres e o que por no [[estômago]], já a população que sustentava a nobreza não.
55

edições