Comboio do Terror

Desinopselogo2.png

Este artigo faz parte do DesFilmes, a sua coletânea de filmes rejeitados.
Enquanto você lê, um bichinho aparece ensanguentado em um filme de terror psicológico


O caminhão do Duende Verde também apronta das suas.

Cquote1.svg Você quis dizer: Christine, o Caminhão Assassino Cquote2.svg
Google sobre Comboio do Terror
Cquote1.svg Fruta que pariu heim Stephen King! Cquote2.svg
Você sobre Comboio do Terror
Cquote1.svg CHUPA AI!!! Cquote2.svg
Stanley Kubrick sobre as críticas de King pra O Iluminado
Cquote1.svg Se fode ai! Cquote2.svg
Brian de Palma sobre as críticas de King pra Carrie, a Estranha
Cquote1.svg Chupa que é de uva! Cquote2.svg
John Carpenter sobre as críticas de King pra Christine, o Carro Assassino (ok, esse também é uma merda pura)

Comboio do Terror, ou Maximum Overdrive, uma adaptação de um conto chamado Caminhões do livro de contos Sombras da Noite, de Estevão Rei de 1986, é um filme feioso dirigido ironicamente pelo próprio Estevão. Isso é o que acontece com todo e qualquer escritor metido a merda que acha que pode assoviar e chupar cana ao mesmo tempo e critica todo mundo que tenta fazer um filme dos seus livros.

História confusa pra caceteEditar

 
Se Stephen King usasse um caminhão de mineração para matar as pessoas no filme seria mais de 8000 mortos.
  ATENÇÃO! O texto abaixo pode conter (ou não) um ou mais SPOILERS!

Ou seja, além de deixar o artigo com mais pressão aerodinâmica nas retas e mais estável nas curvas de alta, ele pode revelar, por exemplo, que Boromir morre, ou que Tereza Cristina não morreu.

 

Tudo começa no momento em que sabe-se lá como o planeta Terra decide dormir na cauda de um cometa. Com isso, todas as máquinas do planeta, movidas à eletricidade, à gasolina ou até mesmo pelo empurrão da sua sogra, começam a endoidar e fazer tudo o que elas acham que devem fazer, e dane-se a humanidade. Alias, dane-se mesmo. O próprio King, ao tentar sacar o dinheiro que ele ganhou com o filme (?) acaba sendo trollado pelo caixa eletrônico, que além de não dar um centavo, ainda solta uma piadinha do tipo "seu otário", bem ao estilo de Pica-Pau e similares, dai uma Ponte Móvel ao som do AC/DC sobe de repente uns carros começam a cair da ponte, caminhões começam a criar vida própria numa parada de caminhões chamada: Tixie Stop, dai o cara do posto tinha uma Bazuca e detonou dois caminhões, algumas pessoas morrem tanto dentro quanto fora do posto, dai no final um garoto estilo Chuck Norris pega uma bazuca e detona o caminhão assassino com a cara do Duende Verde.

Trilha Sonora do FilmeEditar

A trilha Sonora era nada mais nada menos que o Próprio AC/DC claro pois o filme era bem insano e encapetado. a músicas eram

VídeosEditar