Cera de ouvido


Casa da cera de ouvido.

Cquote1.svg Creminho gostoso! Creminho gostoso! Cquote2.svg
Teletubies sobre Cera de ouvido
Cquote1.svg Eu tenho medo Cquote2.svg
Regina Duarte sobre Cera de ouvido
Cquote1.svg Cerúmen, mais conhecida como Cera de ouvido, á a excreção do pavilhão e do tubo auditivo que mantém as partes mais delicadas do pavilhão auditivo protegidas contra poeira e outras impurezas Cquote2.svg
Nerds Wikipédia sobre Cera de ouvido
Cquote1.svg Para economizar, minha mulher usa para passar no chão na minha casa Cquote2.svg
Turco nojento sobre Cera de ouvido

IntroduçãoEditar

Cera de ouvido é uma cera de diferentes cores e texturas que Tua mãe briga diariamente para você limpar do seu ouvido.

CaracterísticasEditar

Cera vem do inglês "salivary". Varia muito conforme a pessoa. De acordo com a composição Quí-mica, o Cerúmen pode possuir características físicas diferentes, como a cor e a textura. Exemplo:

Marrom escuro ou Preto e difícil de tirar - Encontrado em véios idosos, como Teu avô, que sofre de Inexistência dos efeitos dos estimulantes, ou em Tua avó, que sofre da Síndrome da bunda no lugar errado

LimpezaEditar

A limpeza da cera dos ouvidos é recomendada por 100% das mães dos médicos otorrinolaringologistas ou não, já esses não recomendam, embora limpem a cera do ouvido.

A limpeza mais recomendada é a feita com cotonetes, e é simples de se fazer, é só ir empurrando a cera para dentro do buraco do ouvido até onde der, ela por sua vez vai ficar armazenada em algum lugar do cérebro sem causar problemas.

Há claro aqueles que prefiram usar ponta de toalha, lenço de papel, papel higiênico, palitos de fósforo, palitos de dentes, tampa de caneta, o dedo mínimo, e até a própria unha de qualquer dedo, mas advertimos que esses métodos não empurram a cera adequadamente até o fundo do cérebro.

Eventualmente em alguns a cera cai dos ouvidos em bolinhas de diversos tamanhos e formas, sem problemas, é só enfiar de volta nos ouvidos.

Alguém pode estar imaginando o por quê de um artigo médico de relevância como este, publicado aqui neste periódico de referência internacional, possui muitos termos técnicos em grande desrespeito à nomina anatômica, como ouvido ao invés de orelha, orelha ao invés de pavilhão auditivo externo, buraco do ouvido ao invés de canal da orelha, além de cera ao invés de cerume, só faltou dizer dedão do pé ao invés de hálux, é que este artigo é destinado a semi-analfabetos, ou seja, a maioria se não a totalidade dos descíclopes para os quais medicina e merdicina dá no mesmo, consequentemente se evitou também falar da casa de ferreiro, os tais ossículos martelo, bigorna e estribo, e igualmente de cóclea, canais semicirculares, labirinto, tímpano, tuba auditiva, tórus tubário; de igual forma não se abordou a fratura do ramo anterior e platina do estribo... tá ficando maluco cara?

Ver tambémEditar

Nojeiras do nosso querido corpo
Merda · Xixi · Peido · Cuspe · Saliva · Vômito · Sangue · Esperma · Menstruação · Suor · Grude · Catarro · Arroto · Cera de ouvido · Lágrima · Mau hálito · Pus · Chulé · Nhaca · Freada · Remela


Às teclas! Às teclas!
Pela pátria editar! Contra os esboços marchar, marchar!