Bigode de Porteiro

Bigode de porteiro (ou bigodinhu de portero, como é popularmente chamado) é um tipo de corte muito difundido entre os baianos que vieram ganhar a vida em São Paulo a massa trabalhadora, adotado maciçamente entre os guardadores de portaria, principalmente os da região sudeste do Brasil, a ponto de se tornar uma marca registrada da categoria.

CaracterísticasEditar

 
Representante típico do bigode de porteiro.

Alguns acreditam que a combinação entre camisa azul, calça preta, linguajar nordestino enrolado e bigode de porteiro seja o símbolo máximo da virilidade. Já outra categoria, a dos cobradores de ônibus, acha que a esse conjunto deve-se acrescentar a unha avantajada no dedo mínimo. Para os pedreiros, que também são adeptos do bigode de porteiro, o modelito ideal (ui...) é camiseta branca (geralmente de político) e calça jeans desbotada

Discussões a parte, a força do bigode de porteiro pode ser sentida nas festividades de São João, onde até mulheres utilizam desse adereço em suas fantasias.

Lista de personalidades que aderiram ao bigodinhu de porteroEditar