Abrir menu principal

Desciclopédia β

Vetor curvo

Chuteira DIUF!.jpg Este artigo é relacionado à física.

Toda ação tem uma reação, nem que seja um simples xingamento.


Vetor Curvo: Durante um banho de banheira em sua fria casa na Filândia, o matemático e ex-ator de filmes porno, Franke Pé-de-Cabra concebeu o conceito de vetor curvo. Devido ao fato de toda vez que ele iria tomar banho e virava de bruço seu "pé-de-cabra" retirava a tampa do ralo da banheira e assim a esvaziava.


O que fazEditar

 
Sir Capitão Gancho recebendo punição pela introdução da versão 3D

O vetor curvo é um fenômeno que ocorre quando há uma tensão por um tempo muito prolongado do elástico da cueca. Também, conhecido como ponta de anzol, o mal do vetor curvo afeta 87,8765682% da população masculina.

Um vetor curso é medido em intensidade, tamanho, direção e grau de curvatura. O grau de curvatura é medido em radianos em relação ao eixo principal.

O vetor curvo 3D introduzido por Sir. Capitão Gancho, em 1762, possuia uma vantagem, pois esse podia ser medido quanto à sua bitola.

Legrand do seu alto de 1,54m de altura, mais tarde postulou a famosa Lei do L, depois de passar 57 anos de sua vida arrastando sua tromba de elefante pelo chão. A lei do L diz que: O vetor curvo 3D tem sua intensidade e tamanho inversamente proporcional a altura do indivíduo.

Sete anos mais tarde o matemático Mutumbo seria um contra-exemplo desse postulado, que foi revisto. Mutumbo estudou durante toda a sua infância a influência da amarula, fruta originária da Africa, no vetor curvo. Mutumbo por longos anos comeu essas frutas e com isso conseguiu provar sua teoria do uso e desuso. Sua teoria é válida e reconhecida nos meios acadêmicos até hoje. Mutumbo foi o maior ciêntista e matemático a possui um vetor curvo 3D com flecha dupla.

HistóriaEditar

 
Robert Hooke e sua cara de quem comeu e não gostou
 
Newton e suas maçãs

Diz a lenda que Robert Hooke vivia querendo mostrar seu novo invento à Newton, o conhecido instrumento de Hooke que tinha sua ponta avantajada e curvilínea no sentido da orbita da terra em relação ao sol, em homenagem à Kleper. Certo dia após Newton aceitar a demonstração de tal instrumento esse postula a sua terceira lei, conhecida como lei da Ação e Reação, devido ao fato de toda a vez que Hooke testava seu desenvolvido instrumento em Newton ele dava um pulinho para frente e uma retraída.

Hoje em dia muitos outros pesquisadores dão continuidade a pesquisa sobre o vetor curvo, tais como: Kid Bengala e Carlão Bazuca.

Ligações externasEditar