Abrir menu principal

Desciclopédia β

Trem das Sete

Este artigo é sobre um HIT!

É uma música chata, repetitiva e seu vizinho adora. SOLTE O SOM!

Music madonna.jpg

Cquote1.png Experimente também: Trem 103 Cquote2.png
Sugestão do Google para Trem das Sete
Cquote1.png Experimente também: Trem das Onze Cquote2.png
Sugestão do Google para Trem das Sete
Cquote1.svg EEEEEEEHHHHHHH, esse artigo é uma bensa Cquote2.svg
Crente sobre este artigo

Não é desse trem que o artigo trata (ou sim)

Trem das Sete é mais uma das músicas do Raul, composta na época em que ele estava numa pindaíba lascada que não tinha dinheiro nem para a dose de Pyton diária, primordial para a sua criatividade, então ele usou o cérebro (não que ele fosse burro, pois o cérebro dele estava novinho e ele "economizou" para uma emergência) e ir na onda do Queen, Eduardo Costa, Perlla, Joelma, Naldo e Faith + 1: entrar no mercado gospel. E não é segredo pra ninguém que não é muito difícil "compor" músicas gospel (vulgarmente chamadas de louvor), basta pegar hits nacionais e internacionais e substituir palavras como baby e nomes próprios por "Jesus".

Continuando, Raulzito no mercado gospel fez muito sucesso, e conseguiu muitos hits, e um deles você verá a seguir:

LetraEditar

Trem das Sete

Ó, olha o trem, vem surgindo de trás das montanhas
azuis, olha o trem
Ó, olha o trem, vem trazendo de longe as cinzas do
velho aeon
Ó, já é vem, fumegando, apitando, chamando os que
sabem do trem
Ó, é o trem, não precisa passagem nem mesmo bagagem no
trem
Quem vai chorar, quem vai sorrir ?
Quem vai ficar, quem vai partir ?
Pois o trem está chegando, tá chegando na estação
É o trem das sete horas, é o último do sertão, do
sertão
Ó, olha o céu, já não é o mesmo céu que você conheceu,
não é mais
Vê, ói que céu, é um céu carregado e rajado, suspenso
no ar
Vê, é o sinal, é o sinal das trombetas, dos anjos e
dos guardiões
Ó, lá vem Deus, deslizando no céu entre brumas de mil
mega-tons
Ó, ó o mal, vem de braços e abraços com o bem num
romance astral

Interpretação da letraEditar

Bem vamos por partes:

  • "Olha o trem.." - O trem, na verdade é uma analogia ao arrebatamento, a vinda do Messias.
  • "não precisa passagemmm nem mesmo bagaem no trem..." - No paraíso, você não precisará de roupas, não levará nada, vai do jeito que você veio ao mundo.
  • "Ó, olha o céu, já não é o mesmo céu que você conheceu, não é mais; Vê, ói que céu, é um céu carregado e rajado, suspenso no ar" - Seria uma analogia ao aquecimento global?

"Ó, ó o mal, vem de braços e abraços com o bem num romance astral" - Aqui seria um alerta sobre o Anti-Messias, que viria disfarçado do Salvador, e iria realizar prodígios, e muitos iriam queimar no inferno por ir onda dele. Bem, isso é tudo pessoal.