Abrir menu principal

Desciclopédia β

Teresa (telenovela)

SBTTV.JPG Este artigo é coisa da ex-vice maior audiência do mundo! Seu programa é chato e ruim, dá menos audiência que o Vídeo Show e ri das piadas do Chaves. Se vandalizar, você será forçado a passar o domingo assistindo ao Domingo Legal. Conheça outros plágios mal-disfarçados clicando aqui.
A protagonista gostosa Rubi Teresa.

Teresa é uma novela mexicana exibida no Brasil pelo SBT. Na verdade, existem três versões diferentes, respectivamente produzidas em 1959, 1989 e 2010, mas como todo mundo conhece somente a última, é sobre ela que este artigo vai abordar. Se você deseja mais informações sobre as outras, consulte a Wikipédia. Ou o Google mesmo.

Índice

História

Basicamente, o enredo dessa porcaria é o mesmo de outro dramalhão mexicano chamado Rubi, que também já foi devidamente exibido pela emissora do Silvio Santos. A trama é sobre a personagem homônima que dá título à novela, uma puta gostosa que deseja a todo custo virar uma ricaça. Mesmo sendo pobre e vivendo em condições piores que um mendigo, Teresa possui uma aparência impecável de modelo, além de ser muito inteligente e frequentar um colégio de luxo. Qualquer falta de coerência é mera encheção de linguiça mesmo.

Teresa é muito cobiçada por todos os seus colegas virjões, mas o único que de fato é apaixonado e não quer apenas comê-la é Mariano, que apesar de ter a maior pinta de galã, também é um pobretão igual a ela. Devido à condição financeira dele, a protagonista acaba lhe dando um fora, mesmo também estando a fim, e seduz o igualmente bonitão Artur, que é seu professor. Se fosse no Brasil, Artur certamente estaria passando fome com a bosta do salário que receberia, mas como é no México, ele é cheio da grana.

Com o passar do tempo, Teresa e Artur se casam, mas a relação entre ambos vira uma baita merda, já que a ex-namorada dele não admite que foi trocada e vive tentando reconquistá-lo, mesmo sendo tratada pior que lixo por ele. Mariano, por sua vez, vira um médico extremamente bem sucedido, o que faz com que Teresa mude de ideia em relação a namorá-lo. Logo, a novela vira um grande troca-troca de chifres entre os personagens.

Diferenças entre versões

 
Heitor Artur, o galã chifrudo da novela.

Embora seja muito comparada a Rubi, Teresa se diferencia um pouco da miguxa interpretada por Bárbara Mori, já que não é tão malvada quanto ela, apesar de ser igualmente egoísta, fútil e interesseira. Enquanto Rubi termina sua novela toda acabada e sem nenhum bofe, Teresa ganha um final relativamente feliz, após muito se estrupiar e ferrar com a vida de todos que conhece, se reconciliando com Artur e chegando à conclusão de que realmente o ama, com ou sem dinheiro. Hum, sei não hein...

Finais alternativos

Foram produzidos dois finais alternativos para a novela. No oficial, ela termina abraçando seu urso de pelúcia xexelento que ganhou de Artur, até que o meliante aparece em seu quarto e a beija. Nos alternativos, a cena do urso se repete, mas em um deles ela morre assassinada por Fernando, um dos trouxas que enganou fingindo estar apaixonada. No outro, arruma emprego como secretária e seduz seu novo chefe com um decote tão grande quanto seu ego, seguindo adiante com suas características de puta.

Curiosidades

  • Artur é interpretado pelo mesmo ator que fez o papel de Heitor em Rubi, praticamente reprisando o mesmo personagem bundão e mostrando a total falta de criatividade da Televisa.
  • De acordo com fofocas divulgadas por Fabíola Reipert, Nelson Rubens e Sônia Abrão, os atores intérpretes de Teresa e Artur realmente se apaixonaram durante os bastidores da novela, e atualmente estão noivos.
  • A Teresa do remake de 1989 foi interpretada pela famosa Salma Hayek, que atualmente virou uma das queridinhas de Hollywood e nem lembra mais do seu começo de carreira medíocre.
  • O tema de abertura foi cantado por Gloria Trevi. Isso não é nem um pouco interessante, mas foda-se.