Abrir menu principal

Desciclopédia β

República Socialista Soviética do Azerbaijão


●Азәрбајҹан Совет Сосиалист Республикасы
●Азербайджанская Советская Социалистическая Республика
●República Petrolista Soviética do Azerbaijão

Bandeira da RSS do Azerbaijao.png Brasao da RSS do Azerbaijao.png
Bandeira Brasão
Lema: Temos tapetes vermelhos
Hino: Hino da URSS versão dança do ventre
War Romano.jpg
Mapa do Azerbaijão no Google Earth
Capital Bacu
Língua azeri russo
Tipo de Governo República Socilaista Soviética de Tribos Islâmicas
Camarada sheik Cokiev Monsterich
Moeda маnат(AZN)
População Uns 11 caras em 1991



República Socialista Soviética do Azerbaijão (no idioma russo simplificado: Azerbaydzhanskaya Sovetskaya Sotsialisticheskaya RespublikaHã?) foi um relativamente grande deserto iraniano que passou ao domínio da União Soviética e acabou virando Califado dos Azeris.

HistóriaEditar

 
No Azerbaijão se encontravam as menos abastadas jailbaits de toda a União Soviética.

Surgiu em 1920, após anos de guerras, explosões, destruições e genocídios entre persas, turcos e os armênios, droga de povo invejoso. Os azeris estavam envolvidos em uma disputa muito chata com os armênios por causa de uns territórios minúsculos que ninguém se importava. Enquanto isso, o Império Russo seguia em frente com seu plano de dominação mundial, estando alucinado por qualquer metro quadrado à frente. E ao chegarem ao Azerbaijão, vendo tantos conflitos, foi decidido que eles fariam justiça, acabando com todas as guerras utilizando apenas uma delas (e que guerra!!).

Então os russos em um ato de extrema sabedoria, invadiram a região, submeteram a população, renderam os líderes e os enviaram para o Cazaquistão, implantando um governo totalmente democrático e socialista. De quebra ainda deportaram os árabes, o que causou uma mudança fodástica na cultura: o kibe foi substituído pelo strogonoff, e a arak pela vodka, isso quase gerou a falência do país.

No ano de 1922, alguém teve a fantástica ideia de juntar os três patetas do Cáucaso em apenas um: a República Socialista Federativa Soviética Transcaucasiana. Mas após longos catorze anos de rixas até na hora de decidir qual seria o alfabeto usado, a famigerada RSFS foi dissolvida e cada um foi chorar sozinho no seu canto. Apesar disso o progresso só chegou para a RSS do Azerbaijão em 1933: por um acaso, um soldado soviético deixou cair sua faca no chão, e como estava em meio ao deserto azeri, dali começou a brotar petróleo misteriosamente! Como os russos não eram bobos nem nada, exploraram tanto a república que ela virou um castelinho de areia, e então ela passou a ser a 3ª mais desenvolvida da URSS (imagina então as outras!).

Em meio à Segunda Guerra Mundial, o Azerbaijão serviu apenas para produzir petróleo e mais petróleo e como todo mundo queria bombardear os alemães até eles chorarem, o povo foi obrigado a trabalhar 12 horas seguidas todos os dias, incluindo o Natal. Nada de férias. Quando o líder alemão, Bowser, descobriu os campos de óleo negro da RSS, enviou um bolo de presente aos trabalhadores. Só que os conterrâneos de Michael Schumacher foram surrados, humilhados e menosprezados por Super Mario, o que destruiu as esperanças dos azeris de comerem panetone fresquinho.

Durante os anos soviéticos a RSS Azeri teve a função de produzir 113% do petróleo necessitado pela nação para que os manos do Partido Comunista pudessem dar umas voltinhas de Lada Samara por aí.

Em 1991, a URSS chegou ao fim. A república se tornou independente, com o nome de República do Azerbaijão. Pouco a pouco os habitantes do novo país foram encontrar outras atividades menos tediantes além de explorar óleo de pedra, como caçar armênios, por exemplo.

GeografiaEditar

Encravado no mais absoluto nada, a República Socialista Soviética do Azerbaijão apresentava uma população de 7 milhões de pessoas, das quais 70% eram árabes comunistas que usavam petróleo até para passar no cabelo.

Repúblicas Socialistas Soviéticas da União Soviética
  Camaradas eslavos:   RSS da Bielorrússia -   RSS da Moldávia -   RSFS da Rússia -   RSS da Ucrânia

Istões sem terroristas:   RSS Cazaque -   RSS Quirguiz -   RSS Tadjique -   RSS Turcomena -   RSS Uzbeque

Europeus asiáticos:   RSS da Armênia -   RSS do Azerbaijão -   RSS da Geórgia

Galera de cima:   RSS da Estônia -   RSS da Letônia -   RSS da Lituânia

Repúblicas de curta existência:   RSS da Galícia (1920) -   RSS da Abecásia (1921-1931) -   RSFS Transcaucasiana (1922-1936) -   RSS Carelo-Finlandesa (1940-1956)