Abrir menu principal

Desciclopédia β

Professora de português

(Redirecionado de Professor de português)
Típica professora de português.

A professora de português é aquela mulher velha, baranga, míope, chata, mal-comida, descendente de portugueses, que louva Camões, odeia gírias e está sempre corrigindo os erros de fala e escrita de seus alunos. É a segunda entidade mais odiada do ambiente escolar, perdendo apenas para o professor de matemática.

CaracterísticasEditar

As professoras de português quase sempre são o diabo em questão de personalidade, e sempre são o próprio diabo em questão de aparência física, costumeiramente superando até a professora de cálculo neste quesito. A grande maioria é uma velha magrela, que se alguém assoprar ela sai voando e vira pó no ar. Míopes, elas sempre estão com seus inseparáveis óculos fundo de garrafa de 10 graus, não os tirando provavelmente nem pra tomar banho. Se pudessem, elas usariam este acessório até durante o ato coito, mas a maioria é mal-comida e não sabe o que é isso, passando suas noites assistindo programas da televisão portuguesa.

A paixão das professoras de português é ler aqueles livros cheios de prolixidade de autores portugueses, e cobrar a leitura dos mesmos pelos seus alunos, que sempre acabam procurando por um resumo na internet porque não aguentam ler aquele monte de paredão de texto. Amantes do português escrito corretamente e andando sempre com o Aurélio debaixo do braço, elas abominam de coração as abreviações e o internetês, fazendo questão de escrever em português formal até mesmo em suas redes sociais.

Assim como o professor de matemática, a professora de português é considerada ditatorial e extremista pelos seus alunos, pois como uma amante da língua portuguesa, ela odeia qualquer tipo de subversão do idioma, zerando sem dó a questão quando os alunos escrevem idiotices como "todxs" ou "[email protected]" nos testes.

AulasEditar

 
Protesto de professoras de português de escolas públicas brasileiras.

A professora de português é um misto de professor de história com professor de matemática. Apesar de ser apaixonada pela própria voz e se alongar mais do que o necessário nas leituras, às vezes ela também decide apostar na prática, fazendo chamada oral pra ver se os alunos aprenderam alguma coisa, e constatando que ninguém aprendeu nada.

Para tentar botar a matéria na cabeça dos alunos cabeçudos e evitar que eles usem a aula pra treinar as habilidades no truco, as professoras de português costumeiramente decidem passar atividades valendo ponto, como ditados, resumos de livros e redações. Essa é a única oportunidade pros alunos não-nerds conseguirem garantir alguns pontinhos que com certeza farão a diferença no final do bimestre, pra amenizar o resultado horrível no exame.

As provas elaboradas pelas professoras de português estão entre as mais temidas pelos alunos, pois como gostam de ler, elas elaboram perguntas que exigem uma resposta de 50 linhas, obrigando o aluno a escrever um livro para responder cada questão. E se o aluno errar a acentuação de qualquer palavra ou fizer algum garrancho teoricamente "ilegível", a professora de português zera na hora a questão, independente se o que foi escrito está certo ou errado.