Nyvi Estephan

Bandeira do Estado de São Paulo.svg.jpg Salve, truta! Este artigo é paulista: não gosta de gaúcho nem de carioca e se acha um puta trabalhador, né, meu! E não tá completo, pois o vacilão foi tomar um chôps e dois pastel, meu!
Nuvola apps core.svg Nyvi Estephan
Nyvi-Estephan.jpg
Foto aleatória desta gostosa
Origem link={{{3}}} São Paulo, Bandeira do Brasil Brasil
Sexo link={{{3}}} Feminino
Ocupação Marmita de subcelebridade
Profissional
Profissão anterior
  • Cosplayer
  • Gamer Girl
  • YouTuber
  • Maior aparição YouTube
    Conchavo
    Maior escândalo Foi capa da Playboy Meteu chifre no ex-marido metaleiro
    Perfil
    Nível de inteligência Alto
    Plásticas Várias, principalmente nas tetas
    Vícios Seduzir virjões
    Emissora atual
    Preferências
    Livro Nuvola apps bookcase.svg
    Música Emblem-sound.svg
    Prato
    Filme

    Cquote1.svg Você quis dizer: Peitos Cquote1.svg
    Google sobre Nyvi Estephan
    Cquote1.svg Stop the punhetation, fuck the bucetation! Cquote2.svg
    Massacration sobre o que nunca acontecerá entre você e ela, mas já aconteceu entre ela e o Detonator
    Cquote1.svg De onde surgiu essa piranha? Cquote2.svg
    Tua namorada sobre Nyvi Estephan

    Nyvi Estephan (sim, o nome dela é mesmo Nyvi) é uma famosinha da internet que grava vídeos nerds para o YouTube, embora seu público preferisse que os vídeos dela fossem pornôs e estivessem no XVideos. O principal conteúdo do seu canal vaginal oficial consiste em streamings de gameplay, embora ninguém preste realmente atenção ao que ela está jogando. O que realmente garante a monetização e aumenta as visualizações são os peitões siliconados que ficam balançando e quase escapam do decote.

    Sobre elaEditar

    Foi parida em 3 de agosto de 1991 na capital paulistana. Assim como a similar Kéfera Buchmann, era uma guria retardada baranga nos tempos da escola, por isso suas fotos de infância e adolescência são raríssimas. Ao contrário de Kéfera, que adora mostrar esse seu passado obscuro para se vangloriar do quanto melhorou graças ao dinheiro e à fama, Nyvi morre de vergonha de seu visual antes das plásticas e prefere fingir que sempre foi gostosa. Para aprender a lidar com esse complexo, passou a frequentar eventos de anime e outras convenções de nerd fazendo cosplay, assim ela poderia interagir com outras pessoas sem que vissem sua verdadeira aparência. Com o passar do tempo, foi realmente pegando gosto por aquele universo, então começou a jogar videogame e assistir anime para aumentar sua bagagem geek, assim teria assunto para conversar com aquelas criaturas estranhas com quem convivia. Aos poucos, foi perdendo a timidez com o pessoal otaku, até porque a maioria está acima do peso e tem uma coleção de espinhas na cara, então Nyvi passou a se achar linda.

    FamaEditar

     
    Ela gosta de posar para fotos, sabe que é fotogênica.

    Começou a flertar com a vida artística ainda pirralha, quando matava aula e ia assistir às gravações do programa Hermes e Renato. De tanto aparecer no estúdio da MTV, passou a ser convidada pelos humoristas do grupo para fazer pequenas participações aleatórias como figurante nas cenas. Naquela época, Nyvi mentia para a produção que tinha quatorze anos, a idade mínima classificada pela censura para os telespectadores daquela baixaria, mas na verdade ela tinha apenas doze. Não demorou para que o Conselho Tutelar fosse ativado e impedisse a ninfeta de continuar atuando. Antes da proibição, ela juntou uma boa graninha com o cachê que recebeu e aproveitou para investir em tratamentos estéticos.

    Passou anos afastada da mídia, fez faculdade de moda e trabalhou como corretora, até que reapareceu do nada transformada em uma hentai girl de carne e osso. Novamente frequentando os eventos nerds, seus cosplays foram ficando cada vez mais vulgares safados sensuais e as empresas começaram a contratá-la como modelo oficial. Foi chamada para tapar buraco apresentando uma competição de games no lugar de Ju Tsukino, que deu calote nos contratantes e não apareceu, e desde então virou apresentadora profissional de e-sports, nome fresco que inventaram para as partidas de videogame.

    O relacionamento com Bruno SutterEditar

     
    Nyvi nunca perde a chance de fazer merchandising para sua marca de giletes e cremes hidratantes para axilas.

    Mal sabia ela que nos tempos do Hermes e Renato já estava conhecendo seu futuro marido. Naquela época, Bruno Sutter já era adulto e casado com uma desconhecida qualquer, então não poderia dar em cima de Nyvi sem levar de brinde uns processos por pedofilia e adultério. Fora isso, o cara era mais feio que bater na mãe e mal tinha cabelo, então dificilmente conquistaria a novinha. Foi aí que ele teve a brilhante ideia de criar um alterego para si, surgindo assim o vocalista Detonator e sua banda Massacration. Quando estava caracterizado como o personagem, Bruno usava uma peruca preta cabeluda que disfarçava sua horrível calvície, e como ele tem olhos azuis, virou um galã do metal. Começou a se achar o Peter Steele brasileiro e deu um pé na bunda da então esposa, já que agora tinha uma legião de groupies putas à sua disposição.

    Nyvi Estephan foi para o Massacration o que Yoko Ono foi para os Beatles, pois ganhou passes VIP para o camarim da banda após um show. Sem saber que Detonator era Bruno, ela foi seduzida por seu nariz sexy de tucano e deu o toba para o cantor. Durante o anal giratório, a peruca dele acabou caindo e sua verdadeira identidade veio à tona. Sentindo-se ludibriada, Nyvi ameaçou acionar seu advogado Phoenix Wright, mas então Bruno prometeu que faria um implante capilar e a pediria em casamento depois. Como a MTV faliu e os caras do Hermes e Renato ficaram desempregados (aquele mico que eles pagaram no Legendários não conta), levou anos até que a promessa fosse cumprida, mas foi e Nyvi passou a ser considerada oficialmente a nova Senhora Sutter. O noivado do casal aconteceu em rede nacional no programa The Noite, para ver o quão sério o relacionamento era.

    Por influência de Nyvi, Bruno também acabou virando otaku e chegou a cantar uma das músicas de encerramento de Dragon Ball Super no Brasil. Os papéis atualmente se inverteram e ela é mais famosa que ele, que se separou de seu antigo grupo achando que conseguiria fazer sucesso solo como Detonator, mas sua nova banda Detonator e as Musas do Metal flopou. De vez em quando Bruno aparecia nas lives da noiva segurando vela enquanto via ela se pegar com outras gostosas como Diana Zambrozuski e Sabrina Boing Boing. O orgulho em ser corno era tanto que ele até lançou uma bem sucedida campanha online para Nyvi ser capa da Playboy, o que se concretizou em outubro de 2016.

    Pós-BrunoEditar

    Em dezembro de 2019, o fim do relacionamento foi anunciado por ambos em suas respectivas redes sociais, com direito a textão de despedida que emocionou seus fãs. Os punheteiros vibraram com a notícia, como se fossem ter alguma chance de pegar Nyvi (se bem que, julgando pelo Bruno, o gosto dela para homens não é lá dos melhores). Finalmente solteira (ou não), Nyvi passou no teste do sofá e foi contratada pela Globo, onde ganhou um quadro no Esporte Espetacular e virou repórter do Big Brother Brasil.

    Em junho de 2020, a causa do término foi enfim revelada, já que ainda não tinha sido esclarecida. Nyvi assumiu namoro com Felipe Castanhari, a quem conhecia desde 2014 e supostamente era amigo dela e de Bruno, mas óbvio que era uma amizade de fachada com a intenção de talaricar o pseudo-músico e humorista. Ou seja, Bruno encarnou Detonator na vida real e imitou o clipe The Bull do Massacration, em que a namorada Fabiane Thompson o trocou por Kid Bengala por este ter um pau maior. No caso de Nyvi a razão foi a mesma, só que ao invés do pau, o órgão que Castanhari tem maior que Bruno é o nariz.

    Ver tambémEditar