Narrador

Cquote1.svg Uma galerinha da pesada, com suas vozes eletrizantes, que se metem em emocionantes aventuras e em grandes confusões Cquote2.svg
Narrador da sessão da tarde sobre Narrador
Cquote1.svg Mas a vida? Ahhh... Ela é uma caixinha de surpresas! Cquote2.svg
Narrador da Biografia do Joseph Climber.
Cquote1.svg Era uma vez, numa noite ensolarada... Cquote2.svg
Carla Perez narrando uma história de terror.
Cquote1.svg Então seis porquinhos fumaram a casa da véia bruxa para salvar a Cinderela que os sete anões haviam capturado para sacrificar ao deus Lobo Mau! Cquote2.svg
Narrador depois de ter tomado um trago (ou dado um tapa na pantera) falando sobre Contos de Fada.
Cquote1.svg Esse artigo é tamanho família, criado por uma turminha da pesada Cquote2.svg
Narrador da sessão da tarde, que vai aprontar muita confusão sobre esse artigo
Cquote1.svg Um beijo do Gordo, UoU!! Cquote2.svg
Jô Soares sobre Narrador
Cquote1.svg Rrrrrrrronaldinho!! Cquote2.svg
Galvão Bueno
Cquote1.svg IH! Essa até minha vó fazia!! Cquote2.svg
Silvio Luiz
Cquote1.svg Azedou o molho aqui em Paris... o Brasil perdeu a Copa do Mundo de 1998 para a França. Cquote2.svg
Silvio Luiz, sobre 3X0 da França em cima do Brasil, antes de terminar o jogo.
Cquote1.svg Fala Sílveo! Cquote2.svg
Lombardi
Cquote1.svg Polo norte. Cquote2.svg
Narrador sobre Beakman
Cquote1.svg Than than than than than! Cquote2.svg
SBT
Cquote1.svg Então disse Alá: Haja luz! E houve luz! Cquote2.svg
Maomé
Cquote1.svg E no sexto dia Deus criou o homem. E a partír daí nunca mais descansou. Cquote2.svg
Cid Moreira

O Narrador, em um momento descontraído.

O Narrador é uma figura mitológica pagã que antigamente contava histórias para fazer as crianças dormirem. Atualmente o narrador é de vital importância para manter em segurança o bom funcionamento da sociedade, visto o elevado grau de responsabilidade de seus serviços.

Não nos é possível compreender a magnitude disso, mas se não fossem os narradores, não só não haveria entretenimento como provavelmente todo o comércio ficaria estático, o mundo passaria por fomes generalizadas, terremotos ocorreriam por todos os cantos do globo (até na Índia!), o Sol escureceria, a Lua ia ficar vermelha, quatro cavaleiros do Apocalipse desceriam dos infernos (Hã?! O inferno não fica embaixo?) e finalmente o mundo entraria em colapso e implodiria, jogando toneladas de lixo estrelar sobre Marte, que ao ser bombardeado iria pegar velocidade e se chocar com Júpiter. A partir daí dá pra imaginar o que aconteceria com o resto do Sistema Solar, correto?


HistóriaEditar

Antigamente, como já foi falado, o narrador da Antiguidade contava histórias para crianças pegarem no sono e puxarem um ronco. Com o passar do tempo essa função acabou passando aos próprios pais e aos padres, durante a Idade Média. Atualmente o campo de trabalho é muito vasto e qualquer imbecil pode se tornar um narrador, classificação esta muito distante do vagabundo e do geólogo como se pensa. Os narradores foram muito importantes, por exemplo, para contar de 300.000 maneiras diferentes o atentado às torres gêmeas do 11 de Setembro. Também foram importantes para inventar um monte de mentiras sobre os faraós no Egito, sobre os imperadores de Roma e sobre os reis de Atlântida (Históricamente os mais importantes!).

A remuneração hoje varia entre uma cesta básica para radialistas ou o salário de um jogador de futebol do Barcelona. Ou seja. Dá pra viver mas também dá pra ficar podre de rico.

BeatificaçãoEditar

A Igreja Católica pretende beatificar boa parte dos narradores do mundo. Provavelmente apenas os narradores comunistas serão excluídos do processo. Galvão Bueno também será excluído por razões óbvias.

Narradores Célebres e IlustresEditar