Abrir menu principal

Desciclopédia β

Mulher monegasca

MónEsc.PNG
Je suis Monégasque!

E fala francês, pensa como um francês, mas insiste que não é francês só porque fez birra e quer ser uma Monarquia. Tem o iate na marinha de Monte Carlo, frequenta casinos e é um milionário que não paga impostos!

Se vandalizar, o fantasma da Grace Kelly vai te pegar!
Bandeira de Monaco.png
Dinheiro-kledir 1.jpg Viena estava exuberante!

Este artigo é rico e seu autor só compra coisa chic. Seus advogados estão de olho em você, então não vandalize! Pobre? Tenho nojo de pobre, tudo o que tem é feito de prástico...

Vamos, meu bem, ou atrasarei pra minha yoga.


Monegascas fazendo monegasquices em alguma cerimónia relacionada com a monarquia.

Mulher monegasca é aquele exemplar de ser humano do sexo feminino oriundo do Mônaco, um principado inútil no sul de França, que insiste que não é francês, e que só é conhecido pelos casinos e pelas corridas de Fórmula 1.

Índice

AparênciaEditar

 
Espécimen típico lá do Mônaco.

Essa mulherada vive num micro-estado independente na França, que funciona como um refúgio para os empresários ricos e milionários da Europa, porque não existem impostos. A monegasca é descendente da antiga Récia do Império Romano, e é um aperfeiçoamento artificial da francesa, que recorre às mais avançadas tecnologias da cirurgia plástica para ficar gostosa. Ainda assim, as monegascas só fazem 5% da população do Mônaco, pois a restante mulherada é "refugiada milionária" da França e da Itália, sobretudo.

Geralmente morenas (ou loiras artificiais), sua pele bronzeada provém de passar suas tardes apanhando bronze no iate na marinha de Monte Carlo, de algum empresário milionário de 90 anos, a quem quer dar o golpe. Extremamente vaidosa, a monegasca é o auge da futilidade, só usando marca de grife (cujo preço dava para alimentar um país de África durante 1 ano inteiro e ainda pagar pela luz e água potável) e usando chihuahua como acessório de bolsa.

ComportamentoEditar

 
Monegasca trabalhando em Monte Carlo.

As únicas opções de carreira para as monegascas, além de se tornarem socialites, incluem: trabalhar para a casa real, num casino ou como Pit-Babe no Monaco Grand Pix. Álias, a monegasca só está autorizada a entrar nos casinos para trabalhar, pois frequentar e jogar lá está interdito aos nativos do Mônaco, para que os milionários estrangeiros (que fazem 50% da população) não se misturarem com os "apenas ricos" monegascos. Como não existem pobres no Mônaco, só gente rica ou milionária, a Monarquia dessa porra, ainda assim, discrimina pelo grau de riqueza de seu povo, de acordo com quem faz mais lavagem de dinheiro. Também se podia tornar polícia, já que existem mais policiais no Mônaco do que habitantes, para proteger a riqueza desse povo, mas essa profissão é sobretudo masculina.

 
Monegasca depois de assassinar seu marido milionário e fugindo com a fortuna.

A monegasca é um upgrade da francesa e da italiana, ou seja, é mais metida, tem nojo de pobre, é socialite, e seu objetivo de vida é dar o Golpe do baú em algum milionário mais ingênuo que se deixe enganar por ela ou virando Maria Chuteira de algum futebolista do Monaco FC. Apesar da abundância de carro de luxo e de iates, a monegasca não os quer conduzir, mas sim, sentar-se ao lado do empresário, porque isso de pagar-pau para feminista no Mônaco é muito mau visto: essa mulherada é mais um acessório de luxo para os milionários, vive uma vida de futilidade, que envolve ir nas festas da zelite, passear de iate, assistir ao Monaco Grand Prix, ir na academia, não comer para virar modelo e seu melhor amigo é um cirurgião plástico que lhe dá conselhos sobre silicone e botox. Ficar velha é o pior pesadelo da monegasca, pois abre a possibilidade de ser trocada por outra mais jovem.

Essa mulherada tem um enorme orgulho em ser do Mônaco e das suas tradições, e em ser independente da França, ainda que copie tudo o que vem de lá, desde logo as modas, que são importadas de Paris. As "boas maneiras" e a "etiqueta" é algo muito importante para as monegascas, afinal elas têm nojo de pobre e qualquer comportamento mais histérico é socialmente condenável: o plástico também foi abolido do Mônaco. Ou não. Elas se esforçam por manter a qualidade de vida monegasca, pelo que continuam o eterno ciclo de pegar milionários estrangeiros e hipnotizar suas mentes para gastarem toda a sua fortuna nos casinos. A "privacidade" é algo muito respeitado em território monegasco, o que faz do Mônaco um excelente local para os empresários irem trair suas esposas: apesar disso, desde que Grace Kelly se tornou rainha do Mõnaco, a imprensa sensacionalista tornou-se obcecada pela família real monegasca.

Vida SexualEditar

Pouco se sabe sobre a sexualidade das monegascas, mas estima-se que, para caçarem os milionários estrangeiros, seja sabidas nas mais avançadas artes da putaria e do Kama Sutra. Contudo, só quem tem os cofres cheios de ouro é que pode confirmar como elas são nesse campo, já que ela não pega pé-rapado que nem Você.

Para conquistar uma monegasca, seja um porco capitalista, seja rico ou seja da realeza.

Monegascas FamosasEditar

Outra mulherada do MediterrâneoEditar