Abrir menu principal

Desciclopédia β

Mulher armênia

Serj pla.jpg Հայաստան ատել Թուրքիա!!

Barev! Este artigo é armênio! Ele odeia a Turquia, ouve System of a Down, vive em guerra contra o Azerbaijão, luta pelo reconhecimento do genocídio armênio, seu sobrenome termina com "ian" e adora vinho!


Armênias fazendo macumba para afastar os turcos.

Mulher armênia é aquele exemplar de ser humano do sexo feminino oriundo da Armênia, país conhecido pelo brandy conhaque, por odiarem os turcos e os azerbaijaneses e por ninguém saber que se localiza na Europa.

Índice

AparênciaEditar

 
Espécimen típico lá da Armênia.

Em 1915, os turcos levaram a cabo um genocídio na Armênia, um pedaço de terra que faz fronteira da Europa com a Ásia, assassinando mais de 1,5 milhões de armênios, e fazendo com que muitos fugissem para os Bastardos Unidos, para a Rússia e a França, fazendo da Armênia um país quase desertificado. Ainda assim, e com uma população de 10 pessoas, as armênias, com seus cabelos pretos e olhos castanhos, foram votadas as mulheres mais sexys do mundo em 2016 por causa da Kim Kardashian, que só tem ascendência armênia de quinta categoria geração, porque quando se pensa noutra subcelebridade de ascendência armênia, a Cher, dificilmente se considera esta mulherada gostosa, até porque além das gurias de Ierevan, esse país é rico em gordas, e são todas anãs, não medindo mais do que 1 metro e 50.

 
Armênia de Ierevan se achando uma Kardashian.

A nível de vestuário, essa mulherada abusa da maquiagem e carrega no lápis preto à volta dos olhos, como os emos, tentando imitar as mulheres árabes, apesar da Armênia não ser um país do Médio Oriente nem islâmico (para se destacar da Turquia, o seu inimigo mortal), pelo que essa mulherada não usa hijab nem burka, passando seus serões no salão de cabeleireiro cuidando de seus cabelos, enquanto seus maridos pagam a despesa. Também não se vestem feito piriguete pois esse é um país muito machista, a começar pelas próprias mulheres, que lêem revistas sopeiras que trazem artigos como "vestindo-se modestamente" e outras idiotices semelhantes.

ComportamentoEditar

 
As armênias são conhecidas por serem muito hospitaleiras com estrangeiros.

Além de ir no cabeleireiro, seus passatempos favoritos incluem jogar xadrez, odiar turcos e serem militantes para levar o mundo a acreditar que houve um Holocausto na Armênia, principalmente contra as mulheres: desde que se abriu para o Ocidente, vários foram os cânceres que invadiram esse país, a começar pelo Feminismo, principalmente na capital. Se não quer lhe encham o saco com esse tipo de conversa se for na Armênia não toque nesse assunto nem pergunte nada sobre a história do país. Também não é necessário, porque as armênias odeiam todos os estrangeiros, e são afamadas por serem violentas e agressivas contra outras nacionalidades. Aliás, a sua tendência para falar alto e fazer histeria em locais públicos é bem conhecida. Também são conhecidas por dar o Golpe do baú em armênios ricos, pois elas não conhecem o significado de poupança, gastando dinheiro em futilidades como se não houvesse amanhã, pelo que têm como objetivo bancar um marido rico, que trabalhe no duro, que lhe pague por todas as suas despesas: essa mulherada é de alta manutenção, principalmente quando o assunto é grana. As de Ierevan também são especialistas em arrumar amantes, já que seus maridos trabalham como cães, passando dia e noite no trabalho.

 
Armênia na sua única atividade diária.

Mas a maioria das armênias são altamente conservadoras, sendo Amélias, que passam seus dias cozinhando e limpando, esperando seu marido chegar a casa. trazer dinheiro, sendo alienadas religiosas que só saem de casa para ir na missa e acreditam que o mundo não pode ser sem machismo. Ainda assim, as das cidades são mais feministas "modernas", e não estão para aturar os homens armênios, que acham que as mulheres lhes devem obedecer, dando o golpe em algum estrangeiro milionário para escaparem da Armênia para irem viver noutro país. Atrás de uma armênia, vem toda a família barulhenta, escandalosa e enche-saco, pois todos os armênios são arruaceiros e barraqueiros, e, se é para pegar uma armênia, tem de casar primeiro, ter a aprovação dos pais e ainda se sujeitar a uma vigia constante dia e noite para verificar se é rico o suficiente e se é bom o suficiente para a sua menina mimada, que quer alguém sustente seus caprichos, que lhe ofereça tudo e sem interesse e tudo o que ela quiser, enquanto ela se torna uma Amélia, porque os armênios querem que suas esposas fiquem em casa enquanto eles é que vão trabalhar, ao que a maioria concorda porque é submissa a todas as vontades do marido.

Vida SexualEditar

Tal como dito anteriormente, a maioria das armênias concorda com todas as vontades de seus maridos e de seus pais: nunca sairiam com um homem que seus pais não aprovaram, não podem namorar até aos 18 anos ou namorar estrangeiros, porque querem controlar proteger suas filhas de tudo. A virgindade é altamente valorizada lá na Armênia e gurias que não são mais virgens antes do casamento são mal vistas socialmente, pelo que 99,9% das armênias só perdem a virgindade depois de se casarem, e o casamento é para a vida! Como são alienadas conservadoras acham que sexo antes do casamento é contra as tradições e que sexo que não seja para ter filhos é pecado mortal.

Para conquistar uma armênia, seja armênio, trabalhe no duro e seja rico.

Armênias FamosasEditar

Outra mulherada do CáucasoEditar