Abrir menu principal

Desciclopédia β

Bemƒ-vindo(a) à Deƒicropédia

O dado concreto, ou ƒeja, é que nunca anteƒ na hiƒtória deƒƒe paíƒ, ƒe ƒez uma enƒiclopédia livre de conteúdo e que qualquer companheiro pudeƒe editar.

57 333 artigoƒ · 200 384 imaƒgenƒ

Ajuda

Embaiƒada (dotô ƒelƒo Amorim)

Perguntaƒ

Decretoƒ

Mídia doƒ Jornaliƒtaƒ Covardeƒ

Ajude
noƒo intitutoƒ

Artigo Deƒtacado
"Não contavam com a minha astúcia!"
De origem ignorada, o primeiro registro da aparição do Chapolin Colorado, também conhecido por Polegar Vermelho e Vermelhinho, aponta para o Condado, 13.º Distrito da Terra Média, cujos relatos dos cidadãos de lá apontam para um Hobbit vestido de vermelho que teria elaborado a Ata da Assembléia de Constituição da Sociedade do Anel.

Segundo constam dos vagos registros, os cidadãos presentes conclamaram a chamada “frase que não deve ser dita” de forma involuntária e acabaram por invocar a presença do Polegar Vermelho que, de forma inevitável, obstruiu a lavratura da Ata, adiando a Constituição da Sociedade do Anel que acabou por realizar-se em Valfenda sob a presidência de Elrond o Elfo.

Sem definição de espécie, foi classificado por uma junta médica durante seu coma (ver abaixo) sendo-lhe atribuído o nome científico de Chespyritus chapolinux vermelhadus ser que se aproxima da classe dos Televysum ecsebeteyros.

Ficou amplamente conhecido no México como defensor dos fracos e oprimidos, e no Brasil como o maior torcedor do Internacional. Chapolin Colorado ajudou o time a ser campeão do mundo quando os jogadores invocaram: "Oh, e agora, quem poderá me defender?".


Compartilhe: Compartilhe via Facebook Compartilhe via Twitter


Eventoƒ reƒenteƒ


Neƒte dia, eu eƒtou convenƒido de que...


Companheiro, voƒêƒ ƒabia...


Imavem da Veiƒ
 
Diƒpenƒo apreƒentaƒõeƒ
Lula--presidente-br.jpg

Olaƒ companheiroƒ e companheiraƒ. Neƒta noiteƒ, goƒtariaƒ de deƒsejaƒ a todoƒ voceƒ uma eƒelente eƒtadia na Deƒicropédia. Minhaƒ queridaƒ e meuƒ queridoƒ, eƒsta é uma (deƒ)enƒiclopédia eƒcrita com a colaboração de todoƒ povo braƒvileiro. A Deƒicropédiaƒ é um ƒaite de umô e o que estiƒer escrito por aquiƒ não deƒe ƒer leƒvado a ƒério de ƒorma alguma, companheiro. Eƒtou conƒenƒido de que noƒƒas leiƒs e noƒo congreƒo eƒta cumprumetido com o povo braƒzileiroƒ. Nós, na deƒiclopédia, ƒomoƒ engraƒado e não apenaƒ idiotaƒ, como noƒa opoƒiƒão. Iƒo ƒigniƒica que, é... no que se reƒere a Desƒiclopédia, ƒó podem ƒer ƒeitaƒ críticaƒ que nóƒ e todoƒ povo brasileiroƒ toleramo ou ƒeja, voƒê tem que entende que deƒende ƒeu ƒime (com eƒeƒão do timão, heheƒ, claroƒ), membroƒ da oposiƒão, o goƒerno eƒƒeagacê a rede groboƒ e toda a grande mídiaƒ que tem ƒeitoƒ conƒlo contra mimƒ, é... que tenha ƒido ƒacaneado nialgum artigo da Deƒiclopédia, é... vai toma ban, companheiroƒ.

É... boa noiteƒ a todoƒ.


ƒilie-ƒe
Cumpanheiroƒ, aqui ƒomoƒ maiƒ que uma uisquepédia. Todo mundo podƒe cuntƒribuir aqui e lá não. Nunca antes na iƒtória de uma uisquepédia as peƒoas puderam cuntribuir tanto, e iƒo graƒas ao noƒƒo governo, onde oƒ maiƒ pobreƒ puderam aƒeƒƒar a nossa uisquepédia, a Deƒicropédia! Noƒ lanƒaremoƒ ainda eƒte ano, para demoƒcratizar o aƒeƒo as peƒoas a Deƒicropédia, eƒtaremoƒ lanƒando o Pronatec deƒícroƒe, noffa verfão do programa premiado nin nova iorque e copiado no mundo todo. Depoiƒ diƒo, eƒtaremoƒ lanƒando o Programa de Aƒeleraƒão de Criaƒão de Artigos e viƒar, se Deuƒ quiƒer, a quintaƒ maior enƒicropéƒia do mundo.


Brasileiroƒ
Se ƒove goƒtou do que ƒiu aqui, ƒilie-se ao noƒo partido. Preciƒamoƒ de mais guerreiroƒ da demograƒia para no ƒuturoƒ virar a deƒicroƒédia de noƒo amigo Hugo e ampliar o númeroƒ de artigo em língua lulanesa e criar proƒramas de guƒerno que possa eƒpandir, melhorar e conƒolidar oƒ que já eƒiƒtem.


Projetoƒ irmãos
A Desciclopédia existe graças à entidade sem ƒins lucrativos ƒundação Desciclomídia. A Desciclomídia opera vários projetos em diversas línguas, sempre com conteúdo livre: