Abrir menu principal

Desciclopédia β

Heloderma

(Redirecionado de Helodermatidae)
Heloderma
Apesar de tudo os animais helodermata são muito higiênicos, note o jornal impecavelmente limpo. Se fosse uma gaiola de pombos estaria todo cagado
Apesar de tudo os animais helodermata são muito higiênicos, note o jornal impecavelmente limpo. Se fosse uma gaiola de pombos estaria todo cagado
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Acordados
Superclasse: Quadrúpedes
Classe: Dinossauros
Ordem: Acamados
Subordem: Lagartos
Família: Helodermatídeos
Gênero: Hell-o-derma

Heloderma (do latim pele infernal) é o único gênero da família Helodermatidae, sendo composta por duas espécies de lagartos leprosos contagiosos (venenosos). A sua existência é tida como uma ameaça para os seres humanos, que se esforçam ano após ano à extinção deste gênero ou pelo menos a sua domesticação em zoológicos onde podem ficar seguramente enclausurados numa vida ainda mais deprimente do que teriam na sua toca no meio do deserto.

AnatomiaEditar

Os animais deste gênero exibem escamas repletas de protuberâncias cancerígenas altamente transmissíveis que podem vir em variadas e divertidas colorações fenestras (cinza, bege, roxo, preto). Possuem cauda gorda que lhes serve de depósito de lipídios, radar, sonar, termômetro e mecanismo de defesa por ser capaz de lançar jatos de ácido em caso de ameaça.

São extremamente lentos e preguiçosos, de maneira que desenvolveram uma peculiar estratégia de caça: Os lagartos heloderma se disfarçam de plástico-bolha e ficam lá quietinhos esperando algum curioso e entediado animal aparecer e desejar usá-los para se desestressar estourando algumas bolhas, momento este que as bolhas da pele destes lagartos solta esporos no ar que paralisam a vítima que torna-se uma presa fácil. Os heloderma estão quase sempre se fingindo de morto e lamentando como a vida é um infortúnio. Teorias neurocientíficas demonstram que estes animais possuem grave crise de depressão, pois passam o dia todo parado no cantinho choramingando sobre como a vida é chata.

Possuem presas venenosas na mandíbula inferior que torna o gênero notável dentre todos os outros lagartos do mundo. Mas como já mencionados, eles são preguiçosos, quase não mordem nada.

HabitatEditar

Devido à sua peculiar pele, estes lagartos preferem ambientes semi-desérticos onde podem se expor ao sol de dia e atingirem um estado de "quase-fritação", pois como são animais de sangue frio, esse tipo de masoquismo é muito comum aos heloderma.

EspéciesEditar