Abrir menu principal

Desciclopédia β

Fortunate Son

Exercito da desciclopedia.jpg Atenção, soldado:

Este artigo é militar e possui muita garra para passar pelas adversidades do inimigo! Melhore-o capinando seu mato, mas se vandalizar, você vai pagar 50 flexões!


Cquote1.svg It ain't me, it ain't me, I'm no fortunate one no... Cquote2.svg
John Fogerty sobre Fortunate Son
Cquote1.svg It ain't me, it ain't me, I'm no fortunate one no... Cquote2.svg
Hippies sobre Fortunate Son
Cquote1.svg It ain't me, it ain't me, I'm no fortunate one no... Cquote2.svg
Soldados americanos sobre Fortunate Son
Cquote1.svg It ain't me, it ain't me, I'm no fortunate one no... Cquote2.svg
Richard Nixon sobre Fortunate Son

Uma imagem da Guerra do Vietnã. Aposto que tá tocando Fortunate Son no fundo.

Fortunate Son, depois daquela que todo mundo já cansou de ouvir "Have You Ever Seen the Rain?", foi o maior sucesso do Creedence Clearwater Revival. Foi escrita pelo chefão da banda John Fogerty como forma de protesto por ele ter sido mandado pra Guerra do Vietnã pra cavar buraco, lustrar bota, pintar árvore e torturar comunista, e devido a esse protesto a canção foi o maior sucesso entre os hippies. E até hoje, se houver uma montagem sobre a Guerra do Vietnã em qualquer lugar e qualquer época, a chance de a trilha sonora ser "Fortunate Son" é de 120%.

HistóriaEditar

Como dito acima, a música foi composta por John Fogerty logo após ele ser dispensado do exército durante a Guerra do Vietnã. Joãozinho ficou indignado que ele tinha que se foder no exército e levar tiro na bunda (história verídica) pelo seu país enquanto os filhos de ricos ficavam em casa só assistindo e rindo da cara deles, como no verso It ain't me/It ain't me/I'm no millionaire son (uma grande ironia, porque naquela época John já tava podre de rico com as vendas dos álbuns do Creedence). A música foi então lançada no álbum "Willy and the Poor Boys", Willy e os garotos pobres, pra mostrar que eles eram pobrezinhos e não tinham nada a ver com aquela guerra de travesseiro que era o conflito vietnamita.

E devido a esse caráter de protesto e conscientização, "Fortunate Son" foi apropriada por hippies e adolescentes rebeldes até hoje contra toda sorte de ações militares e disputas de vizinho nas Américas e fez tanto sucesso que acabou sendo usada pra mil e um fins, alguns totalmente nada a ver com o propósito da música, como em propaganda de calça jeans, salsicha e mata-barata.

Usos na mídiaEditar

"Fortunate Son" apareceu no filme Forrest Gump, em que o Forrest pousa de helicóptero no Vietnã do Sul e acaba levando um tiro na bunda de verdade mais pra frente no filme; naquele joguinho Battlefield numa reconstituição da Guerra do Vietnã; num filme sobre um filme sobre a Guerra do Vietnã chamado Trovão Tropical; e no trabalho de história que o meu professor pediu sobre a Guerra do Vietnã que me rendeu um zero por ele ser um velho reacionário que não gosta de Creedence e nem de hippies.

E por último e não menos importante, também apareceu num comercial de uma marca qualquer de jeans, na verdade ia aparecer, mas na última hora alguém ligou pro Joãozinho e descobriu que ele ia odiar ver sua obra fazendo propaganda pra uma marca que ele achava super brega, ou nas palavras dele, UÓ.

Ver no YouTobaEditar


Este artigo é sobre um HIT!

É uma música chata, repetitiva e seu vizinho adora. SOLTE O SOM!