Abrir menu principal

Desciclopédia β

Forças de Julho

Deve ser esses caras aí...

Forças de Julho é mais uma das forças e sociedades da DC Comics que há até duvida se elas realmente existiram. Primeiramente que se procurado as "Forças de julho" em qualquer lugar (e quando eu digo qualquer lugar é qualquer lugar mesmo) essas palavras vai dar em um site do exército, 100% de certeza.

Já a secundariamente a coisa é tão desconhecida que foi feito quase que no chute esse negócio. Então essa equipe já é tão desconhecida quanto a equipe do Capitão Cenoura, Bando Zoológico. Mas enfim, formada por mais um cara que se veste como o Capitão América estamos aqui com mais uma força anônima e/ou nula.

Índice

HistóriaEditar

 
Por não haver mais imagens do grupo, só essa, duvido que tenham passado da primeira edição... Se é que houve.

Forças julho foi criada durante a Crise nas Infinitas Terras quando um monte de gente estava morrendo, o capitão Leblon (o cara da foto que está na frente e com um azul escuro na roupa) ele mandou o currículo para a Liga da Justiça que disse que ia analisar, acontece que o capitão Leblon sequer foi aceito no grupo.

Mais tarde tentou participar dos Renegados mas também foi negado.

Então houve o massacre de Paranalaxx (o Lanterna Verde encarnado do diretor chefe da DC matando todo mundo no Zero HOra) que matou vários heróis como o Capitão Leblon. Enquanto várias catástrofes ocorriam no universo DC, capitão leblon fugiu para um esconderijo onde fugiria do diretor da DC.

Depois de um tempo ele volta para a superfície nas eras pós-crise e fica feliz pois tudo já tinha acabado.

Acontece que ele ainda não tinha a devida fama, afinal ele foi um dos caras que devia ter sido Estuprado pelo paranax.

Pós-criseEditar

 
Só mais uma...

Dentro do buraco que ficou escondido até o paranax passar ele conheceu uma linda moça com asas de Borboleta, ela se chamava "Beija-flor" (nome tosco...) e tinha fugido com sua irmã, um plágio da Mulher-gavião, para esse buraco onde se protegiam da fúria do diretor-chefe da DC.

Realmente a história do Capitão Leblon na crise é bem interessante e podia ter promovido ele. Mas enfim não promoveu e ele teve que correr atrás de emprego mandando o currículo para vários grupos que o recusaram, até mesmo a Sociedade da Justiça negou o pedido do capitão leblon.

A esposa dele disse que iria castrá-lo se ele não resolvesse a situação do grupo até que ele teve a ideia que iria tirá-los do fundo do buraco.

Nasce as Forças de JulhoEditar

A ideia do capitão leblon de como sair do buraco era defender uma cidade muito afetada pelo crime e ganhar a sua renda. Então como nenhuma cidade dos Estados Unidos era violenta o bastante decidiram se mudar para a Tanzânia onde havia tanta violência que a polícia podia se render aos traficantes.

Forças julho tinham seus super poderes e até chamaram um pessoal lá para ajudar, alguns sobreviventes do massacre do "Paranaxx", Lanterna Verde, Hal Jordan... Tanto faz. Acontece que quase todos eles adquiriram doenças por lá e alguns morreram baleados.

Somente sobrando Capitão Leblon, a sua cunhada, a sua esposa e o cara que é a imitação do Flash na foto eles retornam para os EUA ganhar a vida como gente normal.

AtualidadeEditar

De vez em quando o Capitão Leblon, o único que acredita no futuro do time, consegue algumas pontas e bicos na TV, a última foi na liga da justiça sem limites (quem?). Apesar de tudo não foi respondido o porquê de "forças julho" que seria o principal motivo para a não contratação deles:

  Pois é legal porra!  
Capitão Leblon

Ver tambémEditar

v d e h
O incompreensível mundo do Universo D.C.