Mudanças entre as edições de "Cultura"

721 bytes removidos ,  18h57min de 10 de julho de 2008
m (Bot: Adicionando: nl:Cultuur)
==História da Cultura no Brasil==
 
A Cultura no Brasil ainda não começou.
A história da Cultura no Brasil começou com um canal chamado '''TV Cultura''', criado por [[Assis Chateaubriand]], também conhecido por [[Chato|Chatô]].
 
Talvez depois que os Bailes [[Funk]] [[cariocas]] acabarem, 'músicas' sem sentido algum ou até mesmo sem letra igual a dança do [[quadrado]] ou a do [[créu]] ou depois que tirarem a bunda [[gorda]] da [[mulher melância]] da TV para o [[Zé Povão]], [[pedreiros]], [[cobradores de ônibus]], [[flanelinhas]] e outros, pararem de ficar babando numa bunda gorda..
Mas como o governo da [[Ditadura Democrática do Brasil]] não via aquele monte de merda com bons olhos, foi resolvido que ia se estatizar a cultura, assim como já tinha sido feito com o [[Petrobrás|Petróleo]] e o [[Telefone]].
 
Depois de algum tempo, no afã de criar cargos para alegrar os burocratas, o governo resolveu criar o Ministério da Cultura, que hoje em dia abriga desocupados como o "cantor" [[Gilberto Gil]], um certo ex-ator da [[Rede Globo]] desempregado que se acha o novo [[Bob Marley]], apesar de ter uma burrice comparável a da [[Luciana Gimenez]].
 
Pelo que dizem as más línguas da [[Franca|Vila Franca Sem Rei nem Imperador]], ele usa o ministério da cultura para espalhar a pseudo-cultura semi-dominante (de que Cultura, na verdade, é ter a bunda maior que a dos outros) criada pela [[Rede Globo]] e seus afiliados (não que isso tenha alguma importancia).
 
Está mais que provado que a Cultura só leva o [[Brasil]] para o fundo do poço.
 
==Gente que apoia esse tipo de idéia==
20 437

edições