Abrir menu principal

Desciclopédia β

Equações de Maxwell

Índice

SurgimentoEditar

Embora tudo o que você vê, sente, cheira, sente gosto ou cheiro, pensa, peida etc. seja eletromagnetismo (todo átomo tem núcleo positivo e moscas negativas), indivíduos animálias] do gênero terraquius e da espécie húmus, habitantes da Terra, só descobriram isso no século XIX D.C.. Em mil oitocentos e rolha-sem-guaraná, 4 indivíduos brincando com um pente e alguns pedaços de papel, conseguiram ver que era possível fazer eletricidade de ímãs e ímãs de eletricidade e sair da era do fogo.

A luzEditar

 
...E, finalmente, deram a luz à luz...

Muitas mulheres e outras fêmeas têm a habilidade de dar a luz a bebês da mesma espécie. Maxwell teve a extraordinária habilidade de dar a luz à luz, o que é algo paradoxal, já que, de onde veio a luz para ele dar à luz? E outra intrigância: a luz é de outra espécie. Isso, a luz que permite com que você veja as coisas e que também permite com que você não morra congelado, e que também sai do fogo, foi finalmente descrita por esses quatro indivíduos, que tiveram uma luz, não como luz, mas como eletromagnetismo (que pode ser luz(ou não)). Esses 4 seres também tinham grandes habilidades matemáticas, tão grandes, que faziam com que, várias vezes, zerassem provas de matemática devido à insistência em justificar suas teorias corretas (ou não) onde era apenas para calcular a raiz quadrada de 640... "Essa é muito fácil, manda outra mais difícil...".

Mas, e aí??????Editar

Então, foram surgindo as equações, umas sobre a eletricidade, outras sobre o magnetismo e umas sobre o magnetismo, sobre a eletricidade e sobre o campo no ponto do espaço do plano do ponto da volta do pano do espaço rotacional do ponto do nabla do campo...... alguma coisa assim.

Tudo começou com Carl Farad LeGauss, que, depois de mostrar todos os seus diplomas de mestre, doutore diplomata, além de seu prêmio nobel devido a seus diversos teoremas, suas leis e seus mandamentos, mostrou que era fodão e criou sozinho duas Leis: --- Lei de Gauß da eletricidade:   para o ponto, ou   para o espaço. --- Lei de Gauß do magnetismo:   para o ponto ou   para a vírgula o espaço.

Depois, Carl Ampop Faraday, brincando com bobinas da sua vó e com o ímã que usava para fazer mágica melhorar a jogabilidade do truco (ou mesmo do poker), concluiu que: --- Lei de Faraday da indução:   no ponto ou   no volume.

E, finalmente apareceu Mingauss François-day Ampère, o mais burro deles (que ainda assim é umas 10 vezes mais inteligente que você), que além de ter feito só uma das 4 leis, ainda fez isso errado. --- Lei de Ampère da... do... do Ampère:   no ponto, ou   no espaço 3D (mesmo sem óculos).

Depois que a poeira havia abaixado e todo mundo já havia esquecido quem criou as leis e tudo mais (ninguém sabia utilizá-las mesmo), apareceu Maxwell, o mais safadão, que fez só a metade que faltava da lei de Ampère, juntou todas no seu panfleto de distribuição gratuita em padarias e no sinal, e saiu levando as 4 como suas equações. Pelo menos ele conseguiu entender alguma coisa do que estava escrito nas equações e, quando a luz brilhou na sua mente, deu a luz à luz. Também viu que eletricidade e magnetismo andavam na mesma estrada.

ConclusãoEditar

Hoje, você tem mais o que fazer. Pode usar coisas que tenham energia elétrica e coisas que se mexem ou fazem outras coisas sozinhas. E os criadores nem viveram pra ver isso... Se não fossem essas equações, a mais nova tecnologia que você teria na sua casa seria um ferro de passar roupas a brasa. Ou, talvez, um moedor de bife a manivela. Acredite!