Colônia Contra-Ataca

Images2332.jpg

Este artigo é sobre mais um daqueles trecos que viraram modinhas na internet.
E as pessoas nem sabem porque usam isso.


Cquote1.svg Você quis dizer: Cometa Harley Cquote1.svg
Google sobre a frequência de postagem
Cquote1.svg Você quis dizer: Angry Video Game Nerd Cquote1.svg
Google sobre Colônia Contra-Ataca
Cquote1.png Experimente também: Editar mais rápido Cquote2.png
Sugestão do Google para Colônia Contra-Ataca
Cquote1.svg Já fazem 84 anos... Cquote2.svg
Velha do Titanic sobre último vídeo postado no canal
Cquote1.svg Se eu abandonei ele, é sinal de que o canal é bom! Cquote2.svg
Gato Galático sobre Sr. Wilson
Cquote1.svg O foda vai ser se eu abandonar ele também... Cquote2.svg
Matheus Canella sobre Sr. Wilson
Cquote1.svg Poneilândia vai secar e explodir! Cquote2.svg
Pônei aleatório antes de uma explosão nuclear
Cquote1.svg Vai se fodeeeer! Cquote2.svg
Fresh sobre o dono do canal
Cquote1.svg Mas peraí, quem é esse? Cquote2.svg
Você sobre o dono do comentário acima
Cquote1.svg INCOMING FREEEESH! Cquote2.svg
Fresh sobre chegar em você na voadora

Colônia Contra-Ataca, popularmente conhecido como CQC CCA se trata de um canal de sobre um nerd irritado, gameplays de jogos antigos ruins com um vídeo roteirizado de fundo. Será que isso me lembra de alguém...? Nah, deve ser a minha memória falha querendo me enganar mais uma vez.

O canal é conhecido por ter sido o berço dos vídeos editados sobre jogos antigos no YouTube (ownt, que descrição fofa!), dando visibilidade a canais menores, como os grandes Assopra Fitas, Fiaspo Games, Core das Antigas e Velberan em uma época da qual era tudo mato e crescer era pura sorte só pra acabar sendo ultrapassado por todos e ter que se sustentar a partir de um canal secundário focado em apenas gameplays sem edição.

O CanalEditar

Ele surgiu em 2011 com uma animação feita no Paint e animada no Windows Movie Maker (e não, não é uma piada sobre a baixa qualidade, é a realidade mesmo). Porém como o menininho Virsu não tava muito a fim de fazer desenhos porcos animados pra receber no máximo 15 views - sendo 13 dessas vindas de sua mãe - ele chamou um amigo barbudinho pra fazer um roteiro e preencher algumas pontas soltas e personagens sem fala. Com uma câmera Tekpix de última geração, um tripé feito de gibis da Turma da Mônica Jovem, uma parede de tijolinhos vermelhos recém subida e um sofá velho grande o suficiente para parecer que aquilo tudo era um estúdio se dava o início a um dos mais influentes canais do bairro de seu criador.


Era de BronzeEditar

 
A qualidade é relativa á magreza do pobre homem!

Vídeos de baixíssima qualidade (chega a ser 240p?), chroma-keys totalmente cagados e borrados, coreografias e fantasias vergonhosas, microfones de grafite e um roteiro que conseguia superar todos os problemas. A Era de Bronze pode ser resumida em apenas uma palavra: esforço. Mas esforço pra caralho mesmo. Com uma frequência invejável pra um mero canal que tinha como participantes o dono, seu irmão, seu amigo e sua namorada (ihhh...), as gameplays foram a marca registrada do canal. Lançamento de novos quadros, vídeos com criadores de conteúdo menores, uma comunidade unida e um criador atencioso, tudo estava encaminhado para o sucesso.


Era de OuroEditar

 
Wilson e toda a sua trupe de arrombados parceiros do Portal.

Essa era é marcada por dois grandes eventos: os unboxings e o lançamento do Portal Contra-Ataca. Depois de perceber que o seu desperdício esforço havia dado resultado, os pais do menino Virsu provavelmente emprestaram uma graninha, sob algumas condições,claro; para melhorar o equipamento canal. Nesse momento se teve o investimento em um figurino decente, alguém pra fazer o chroma-key parecer miiiiinimamente real - embora até hoje isso não tenha melhorado muito. Com a comunidade enviando jogo pra ele de graça no correio, ele percebeu que o capitalismo é bom pra cacete! com a ajuda de seus fiéis trouxas inscritos ele poderia trazer mais diversidade.

Como citado anteriormente, nessa época é lançado o Portal Contra-Ataca - um portal (dã!) com easter eggs gamers radicais e feito não apenas pelo dono do canal, mas também por seus amiguinhos e compatriotas; onde os mesmos podiam postar reviews sobre os mais recentes e idosos jogos, obviamente sem esquecer de linkar os próprios vídeos nos artigos; um projeto ambicioso para a época.


Era do RegressoEditar

 
Foto do Uno de Wilson na época.

Já esta era é marcada por dois eventos: a queda do criado Portal Contra-Ataca e o roubo do Fiat Uno de Virsu. Se já não bastasse Virsu ser burro pra cacete por não pensar que pra hospedar um site você tem que desembolsar uma bela de uma grana; ele conseguiu se superar ao estacionar do lado de fora de sua casa, e como o mesmo mora em uma favela (o dinheiro do AdSense do YouTube é fogo...) na não tão pacata cidadezinha de Rio Claro, acabou se fodendo. Sem um portal de fácil acesso para seus inscritos, o que torrou toda a grana do idiota inocente youtuber; e sem ter como comer sua namorada no banco de trás pegar suas encomendas dos inscritos no carro, ele entrou em um período de pausa, com poucos ou nenhum vídeo ao mês.


Era da ViradaEditar

 
Ah, se tivesse ficado nesse ritmo...

Apesar de ter começado após um novo ano, aqui a "virada" não significa isso. Depois desse trágico evento o agora não tão jovem-adulto conseguiu dar a volta por cima: encontrou o seu uninho perdido (agora sem rodas, provavelmente após uma intensa noite com outros carros) e finalmente conformado de que ter um site era moda só até 2013, o não tão bravo YouTuber resolveu lançar um canal à parte: o Cartuchito. Começou a realmente falar com o povo grande do site vermelhinho, conseguiu uns cachês em lugares duvidosos, porém famosos; e assim dar uma guinada pra cima (contrariando toda a mínima sorte que o mesmo possuía).

Era XEditar

 
Vê-se aqui que Wilson se perdeu totalmente ao mundo brony.

Atualmente, não se sabe o rumo que o canal tomará. Com vídeos cada vez mais escassos, sendo a sua grande maioria quadros como o Colônia Reviews, uma review comum de geimes atuais, a Colônia Contra-Ataca, um símbolo de desapego e inovação no YouTube, aparenta ter se curvado para mamar beijar os pés da plataforma e, como os vídeos demoram pra ser produzidos (pois o dono alega que os vídeos "contém carinho e esforço em sua produção", uma clara piada interpretada como real por seus fãs) e não retornam quase nenhum lucro para o desalmado, ele prefere se dedicar ao seu projeto externo, o citado Cartuchito, vai que ele tem a sorte de conseguir alguma hora o mesmo sucesso que os seus antigos parceiros Ronaldo de Azevedo e Matheus Canella alcançaram.


O DonoEditar

 
A face do derrotado.

É aqui que você entende porquê o retardado do autor só escreveu "Virsu" ao invés de "WIlson". Wilson Rafael de Azevedo, mais conhecido como desocupado Sr. Sr. Wilson, é um - não tão jovem assim - habitante de Rio Claro, a cidade do interior de São Paulo que consegue ser mais vazia que Silent Hill. Como não tinha nada pra fazer em uma tarde de 2011 além de coçar o saco e ouvir CPM 22. Sempre apelidado de "Virsu" no ensino médio, o jovem nunca saiu de lá e até hoje continua marcando presença como um dos maiores exemplos de adultos que agem como crianças, rindo de piadas de pinto e soltando risadas de gazela em conversas banais (não que esteja muito abaixo do nível dos descíclopes por aqui).

Participou de programas de TV, Podcasts, Revistas, Eventos de Anime (e qual youtuber não vai pra eles?), tem jogo mobile e de PC (este sendo feito por fãs) e, mesmo tendo um canal secundário de gameplay com pessoas que viraram verdadeiros astros no YouTube, ainda não conseguiu chegar a 1 milhão de inscritos em incríveis 9 anos...


PersonagensEditar

  • Sr. Sr. Wilson:
 
Suas "Super Produções"

O alterego do dono do Canal, Sr. Sr. Wilson é a versão mais estúpida e menos criativa que você pode ter ao criar um personagem: ele é um nerd que dá chilique.

  Puta merda, é isso mesmo que você assiste?  
Você sobre Sr. Sr. Wilson

Calma lá, calma lá meu garoto. Apesar de ser um senhor de idade senil que usa boné vermelho e camisa azul da SEGA (peraí, boina do Mario e camiseta que lembra o Sônio? Buguei...) ele tem seus momentos de quietude e paz, além de uma grande relação de amor e ódio com seu irmão, Fresh. Agora que eu escrevi isso, realmente: ele não tem profundidade alguma...


  • Odiador:
 
Odiador em seu momento de mais absoluta calma.

  QUE P*[email protected] É ESSA?!?!?!  
Odiador

  Toma xarope!  
Rochelle Tingman Rock sobre a voz rouca do Odiador

Como já diz no nome se você não é um retardado e não percebeu ele odeia as coisas. Essencialmente tudo mesmo, esse arrombado que mora com os pais e provavelmente tem no pau três camadas de Polenguinho só sabe fazer duas coisas: reclamar de qualquer porra e beber água. Porém como o canal é voltado pro público Gaymer especificamente, ele só é visto reclamando de jogos Não me diga?

Porém, um dos maiores (e mais raros) trunfos do Odiador é o de estar certo. Ele é conhecido por opiniões enérgicas e até mesmo certeiras, quando o vagabundo próprio Wilson coloca suas opiniões dentro do roteiro, como ao reclamar do Filme do Sônio, Mario Kart Pega-Trouxa e os preços abusivos da EA Games, altos desde a época do The Sims 1.


  • Bob:
 
O que um gel e um tapa-olho não fazem...

  Eu quero uma paçoca!  
Bob

  E você também recebe xarope!  
Rochelle Tingman Rock sobre estar cansada de ver só personagem rouco.

Mais malvado que Lord Zedd, mais elegante que um pinguim, usuário de Tapa-olho profissional por ser maneiro motivos obscuros de seu passado, criador e atual dono da maior empresa de internet do mundo: a TelefônicaVinet,. Bob é o principal vilão da CCA e um exímio adorador de paçocas, Bob já era empreendedor desde seus 5 anos de idade, onde investia em jogos de qualidade duvidosa aprovada pelo mesmo. Tem como objetivo acabar com o YouTube, e mais especificamente Sr. Sr. Wilson (mas por algum caralho de motivo ainda grava vídeos no canal do dito cujo) pois quando eram crianças ele se irritou com a quantidade de xingamentos proferidas pela boquinha juvenil de Sr. Sr. Wilson, quebrando um controle de seu Mega Drive na base da raiva.


  • Ninja:
 
Aqui vê-se o personagem em todos os seus 144p.

  Mas caralho, só tem gente rouca nessa porra?  
Você após ver a criatividade imensa do canal

Contratado por Bob para acabar com a internet de Sr. Sr. Wilson, luta por duas vezes contra ele e sua gata de estimação Arquimides, sendo que na primeira vez, é massacrado sem dó derrotado pelo animal, mas na segunda, acaba por travar uma batalha bem tosca épica com Sabres de Luz, para chupar umas rola recuperar sua honra como um ninja.

É o primeiro personagem que não é feito por Wilson dessa lista, mas sim por um professor de matemática amigo do mesmo; mostrando que, pra quem achava que engenheiro tava fodido de ser eternamente reconhecido só por ser motorista de Uber, professor tá pior ainda por estar fadado a ser coadjuvante em canal do YouTube.



  • Fresh:
 
A beleza do irmão é com certeza genética.

Cosplay do Marquito. Também se tornando futuramente Darth Fresh, ele é o irmão mais novo do Sr. Wilson, fiel amante de luta ensaiada WWE; onde até já participou de uma luta na Brazilian Wrestling Federation. Geralmente aparece nos vídeos usando uma camisa de rock e uma jaqueta de couro falso por cima. Que tem o poder de invocar uma pistola do além...

Sua parte roubada emprestada na Côlonia Contra-Ataca fala sobre jogos atuais. Ele é conhecido (conhecido? Rá! Conta outra) como sempre o segundo player, também chamado de tapa-buraco ou simplesmente ninguém liga. Quando Fresh era criança sofreu um acidente ao andar no brinquedo Extreme do Hopi Hari onde o mesmo deslocou seu maxilar, o deixando com a voz exata (e até mesmo fazendo cosplay) do rapaz do "Pão de Batatãã".


  • O Uno:
 
Um exemplar do Uninho do Virsu.

O Uno nem sequer é um personagem, então eu não sei porque ele está aqui. Ele nada mais é do que aquele ferro velho em que o Sr. Sr. Wilson usa nas suas filmagens, além daquilo ser o único carro que ele tem realmente na vida. Mas não deixem se enganar, esse Uno é muito admirado pelos fãs do canal (a mãe de Wilson e seus 3 amiguinhos), tanto que numa vez eles roubaram o Uno velhaco do Sr. Sr. Wilson (e roubaram mesmo na vida real, mostrando que até em desgraça YouTuber quer lucrar), mas no final o carrinho dele foi recuperado. Como ele não tinha nenhum centavo para pegar o carro na garagem da policia naquele tempo, ele se endividou e é por isso que o seu canal ficou um longo tempo sem seus videos.


QuadrosEditar

  • Freaking Fucking Games: Principal quadro do canal, em que o Sr. Wilson faz reviews de jogos antigos, ruins ou bizarros (ou simplesmente qualquer jogo aleatório que o mesmo queira analisar). Normalmente essas reviews acabam por deixar Sr. Wilson muito pistola, tendo uns ataques nervosos e tudo mais; além deles virem acompanhados com uma historinha muito maluquete do Wilsão e sua turminha da pesada!
  • Caixa Postal da Morte Mortífera / Unboxing Mortífero: Wilson abrindo as tralhas que chegaram pelo correio. As vezes são coisas bacanas de lojas com conteúdo geek, ou presentes de fãs marotos do canal. Mas o que mais dá views é quando mandam bonecos zoados comprados no camelo pro Wilson explodir avaliar. Se os bonecos receberem notas positivas Wilsinho os doa para caridade, se não, dá o seu melhor no estilo Jackass e destrói o conteúdo de alguma maneira escolhida pelos fãs.
  • Freaking Pause Pra TV: Wilson dá uma de Nostalgia Critic e faz review de séries e filmes, muitas vezes baseados em jogos para não fugir do tema. Séries como as do Donkey Kong que tem 89 pencas de banana na parede, ou do Capitão N que desobedece os pais e vive no Mundo dos Jogos (Assim como Wilson e companhia). Os mais populares são as do My Little Pony(Em que é revelado as tendências Bronies do apresentador) e As Aventuras de Sonic The Hedgehog, que também é outro de seus desenhos favoritos.
  • Pergunte ao Bob: Tradicionalmente conhecido como "O show onde suas perguntas idiotas tem respostas ainda mais idiotas", é uma desculpa pro Wilson usar o seu chroma key tão adorado e fodido e poder responder de forma irônica, duvidosa e ultra radical as perguntinhas bisonhas de seus fãs!!1!onze! Utilizando o personagem do Bob (dã!) e um narrador (seu amigo falido Tomás), o show é curto e grosso que nem meu pau, mas consegue arrancar risadas dos mais burros desatentos.
  • Odiador vai Odiar: Show onde o Odiador pode esbanjar todo o seu desconhecimento acerca do mundo dos Video Jogos e filmecos geeks. Localizado em um porão escuro e fedido, com sua peruca preta, uma garrafa d'água e uma jaqueta jeans pesada pra cacete, o suor é uma frequente convidada do programa.
  • Colônia Reviews: Criada recentemente pois as views estavam caindo por falta do que fazer, é o quadro mais genérico possível: é um review de jogos. Sem humor algum, sem esquetes e sem roteiro definido além de julgar um jogo de maneira séria. Por causa disso frequentemente é a série de vídeos menos vista pelo seu público, mas se mantém firme e forte pro YouTube não sumir com o canal de vez graças à baixa frequência de uploads.

Ver tambémEditar