Abrir menu principal

Desciclopédia β

Bracinho de tiranossauro

ATENÇÃO: Leia este artigo com bom humor!

A Desciclopédia é um site de humor, não venha nos dizer que pegamos pesado.
Se você é fã dos pirralhos paraplégicos do Teleton, visite outro artigo.

Por que a garotinha caiu do balanço? Porque ela não tinha braços.

Um futuro goleiro a ser contratado pelo Flamengo, com seus bracinhos de tiranossauro

Bracinho de tiranossauro é um membro pouco desenvolvido que afeta dinossauros terópodes, gordos tetudos e goleiros ruins. Os bracinhos de tiranossauro são primos dos bracinhos de crocodilo, também atuantes em gordos e goleiros.

OrigemEditar

O tiranossauro não era um dinossauro feliz. Ele tinha aqueles bracinhos atrofiados que não serviam para nada, nem pra bonito, parecia mais um animal com atrofia muscular do que um dinossauro. Se ele fosse um dinossauro com um tronco, uma cabeça e duas pernas, sem aqueles bracinhos ridículos, com certeza ele seria mais feliz.

Com esses membros superiores ridículos, o tiranossauro não podia coçar a cabeça, nem praticar o 3 contra 1 (dinossauros normalmente só tinham 3 dedos nas mãos), coçar o saco, nem nada.

AtualmenteEditar

Com o falecimento dos dinossauros e graças à evolução desses lagartos para as galinhas, depois virando macaquinhos e posteriormente seres humanos, os bracinhos de tiranossauro passaram a ser parte do corpo humano.

Hoje em dia, o bracinho de tiranossauro está presente na vida dos gordos e dos goleiros pitocos, como o Alex Muralha.

Como exemplo, tem-se o Jô Soares, que é um ser cujos bracinhos são tão tiranossaurídeos quanto os dos próprios tiranossauros. E ele ainda quer fingir tocar bongôs.

Ver tambémEditar